Homenagem a tártaros crimeanos deportados por Stálin

Aleksandr Polegenko/RIA Nôvosti
Cerimônia aconteceu nesta quarta-feira (18) na estação de trem da pequena aldeia de Siren. A justificativa para deportação era que, segundo o líder sovietico, parte dos tártaros da Crimeia teria colaborado com os inimigos durante a ocupação dos alemães (1941-1944).

Cerimônia aconteceu nesta quarta-feira (18) na estação de trem da pequena aldeia de Siren. A justificativa para deportação era que, segundo o líder sovietico, parte dos tártaros da Crimeia teria colaborado com os inimigos durante a ocupação dos alemães (1941-1944).

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.