Brasil dobra valor de exportação de carne suína à Rússia

No total, foram enviadas 23.755 toneladas de carne suína para o mercado russo Foto: Artiom Korotáiev/TASS

No total, foram enviadas 23.755 toneladas de carne suína para o mercado russo Foto: Artiom Korotáiev/TASS

O valor das exportações de carne suína do Brasil com destino à Rússia mais do que dobrou entre janeiro e novembro deste ano, em comparação à média dos anos anteriores. Aumento foi registrado em meio à troca de sanções entre a Rússia e países ocidentais.

Em outubro passado, a Rússia respondeu por 46,8% das exportações de carne suína do Brasil e 60,67% em valor exportado, segundo Fransisco Turra, presidente-executivo da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), que os principais produtores de carne suína do país.

No total, foram enviadas 23.755 toneladas de carne suína para o mercado russo, com receita de US$ 120,29 milhões. Esses resultados representam uma variação de 103,74% em volume, em relação a outubro de 2013.

“Com a redução da oferta no mercado externo, os preços têm mostrado uma elevação importante. Os embarques para a Rússia continuam aumentando”, diz Turra.

Considerando o período entre janeiro e novembro de 2014, o valor exportado para o mercado russo chega a US$ 766,3 milhões, o que representa um crescimento de 101,5% em valor, em relação à média de anos anteriores.

“O histórico de altos e baixos no relacionamento comercial com a Rússia, que ora abria, ora restringia suas importações de carnes do Brasil, nos coloca em posição de cautela”, afirma Turra. Porém, “com as vendas crescentes, podemos dizer que este é o ano da Rússia.”

 

Com material da agência Tass

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.