Rússia e Índia discutem construção de novas unidades na usina de Kudankulam

Primeiras duas unidades da usina já têm capacidade elétrica de 1.000 megawatts Foto: AP

Primeiras duas unidades da usina já têm capacidade elétrica de 1.000 megawatts Foto: AP

Cientistas nucleares russos e indianos têm discutido um projeto para a construção de novas unidades na usina de Kudankulam, no sul da Índia, informou o diretor de uma subsidiária da Rosatom, Váleri Limarenko.

“Nossos parceiros indianos nos disseram que estão preparando plataformas de cooperação com a Federação Russa”, disse Limarenko, em uma entrevista ao canal Russia 24.

A Índia assinou um contrato com a União Soviética em 1988 para a construção de dois reatores nucleares. O acordo é atualmente implementado pela NIAEP (Atomstroyexport), uma subsidiária da gigante nuclear russa Rosatom.

As primeiras duas unidades da usina dispõem de reatores VVER-1000 e têm uma capacidade elétrica de 1.000 megawatts.

Em maio passado, as partes assinaram um acordo-quadro para a construção de uma terceira e quarta unidades na usina nuclear de Kudankulam.

 

Com informações da agência Ria Nóvosti

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.