Presidente da Venezuela pede para Ocidente parar de 'provocar' a Rússia

Segundo Maduro, novas sanções do Ocidente também enviam mensagem para a China e outras nações do Brics Foto: wikipedia.org

Segundo Maduro, novas sanções do Ocidente também enviam mensagem para a China e outras nações do Brics Foto: wikipedia.org

Em discurso em Caracas, Nicolas Maduro condenou sanções impostas pelos EUA e UE.

“Estamos acompanhando de perto as ameaças feitas à Rússia”, disse Maduro. “A Venezuela, que tem uma voz independente, exige que aqueles que estão lançando acusações contra a Rússia parem de provocá-la e de procurar pretextos para uma guerra.”

Segundo ele, as potências ocidentais impõem restrições à Rússia e, quando o país resolve se defender, o acusam de políticas agressivas. “As novas sanções do Ocidente são uma tentativa de parar a Rússia e enviar uma mensagem para a China e outras nações do Brics”, acrescentou Maduro.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.