Brics lidera democratização das relações internacionais, diz Lavrov

Lavrov: "Outra dimensão importante na atividade do Brics é o fato de ser um dos dois principais players no G20" Foto: Assessoria de imprensa

Lavrov: "Outra dimensão importante na atividade do Brics é o fato de ser um dos dois principais players no G20" Foto: Assessoria de imprensa

Segundo chanceler russo, países em desenvolvimento apostam na posição do grupo para conduzir reformas econômicas.

Os países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) desempenham um papel fundamental na luta pela democratização das relações financeiras e econômicas internacionais, declarou o ministro dos Negócios Estrangeiros da Rússia, Serguêi Lavrov.

“Outra dimensão importante na atividade do Brics é o fato de ser um dos dois principais players no G20”, disse Lavrov. “O G20 está trabalhando em princípios comuns para o funcionamento da economia mundial, incluindo as atividades do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial.”

Segundo o chanceler russo, outros países como Indonésia, México e Argentina apostam na posição do Brics para a realização de reformas do sistema financeiro internacional que culminariam em um verdadeiro equilíbrio de forças.

“O Ocidente se opõe a isso e busca dominar a distribuição de cotas e o poder de voto no Banco Mundial, embora os Estados Unidos e a União Europeia gozem de direitos de votos desproporcionais às suas autoridades econômicas”, finalizou Lavrov.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.