Peritos da OSCE conseguem acessar local da queda do Boeing

A missão de observadores da OSCE chegou ao local da queda do voo MH17 Foto: Reuters

A missão de observadores da OSCE chegou ao local da queda do voo MH17 Foto: Reuters

O grupo, que inclui observadores da OSCE (Organização para a Segurança e Cooperação na Europa) e peritos holandeses e australianos, há vários dias era impedido de acessar o local da queda do Boeing devido aos combates que continuavam na área onde se encontram os destroços.

Um grupo de peritos internacionais conseguiu acessar na quinta-feira o local da queda do avião da Malásia no leste da Ucrânia.

“A missão de observadores da OSCE chegou ao local da queda do voo MH17 pela primeira vez em uma semana, acompanhada por peritos holandeses e australianos. Eles usaram um trajeto diferente”, informou a organização.

O grupo, que inclui observadores da OSCE e peritos holandeses e australianos, há vários dias era impedido de acessar o local da queda do Boeing devido aos combates que continuavam na área onde se encontram os destroços.

O presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko, prometeu uma trégua no local da catástrofe, mas os combates prosseguiram.

 


Publicado originalmente pela Voz da Rússia 

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.