Snowden entra com pedido para estender permanência no país

Snowden vive em um local secreto na Rússia desde agosto do ano passado Foto: AFP/East News

Snowden vive em um local secreto na Rússia desde agosto do ano passado Foto: AFP/East News

O ex-agente dos serviços de inteligência dos EUA, Snowden, que ficou famoso após revelar detalhes de um programa de vigilância em massa do governo americano, entrou com um pedido às autoridades russas para ter o seu asilo temporário no país estendido.

“O procedimento, de acordo com a legislação russa, é muito simples” declarou o Advogado de Snowden, Anatóli Kutcherena. “Já apresentamos os documentos para estender sua permanência em território russo”, continuou. A solicitação foi feita junto ao departamento de do Serviço Federal de Imigração da região de Moscou.

O advogado não deu detalhes sobre o status desejado por Snowden, caso o asilo seja prorrogado. “A decisão cabe ao Serviço Federal de Imigração”, disse Kutcherena.

Os Estados Unidos acusam Snowden, 31 anos, de divulgar informações sigilosas sobre os programas da Agência de Segurança Nacional (NSA). Apesar dos pedidos de extradição dos Estados Unidos, ele recebeu um ano de asilo temporário na Rússia, em agosto de 2013, depois de passar mais de um mês na zona de trânsito do aeroporto Cheremetievo, nos arredores de Moscou.

Fontes relatam que o americano, que reside em um local secreto no país, já teria encontrado um trabalho de manutenção de site na Rússia.

As autoridades dos EUA alegam que Snowden violou duas cláusulas de uma lei de 1917 sobre espionagem ao divulgar dados relacionados à defesa nacional, além de deliberadamente transferir dados de inteligência dos EUA a indivíduos não autorizados a obter tais informações. Snowden também é acusado de roubar propriedade do governo americano.

Se for detido em solo americano, Snowden enfrentará 10 anos de prisão por cada acusação.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.