Vice-presidente do Uruguai visita Moscou e São Petersburgo

Astori viajou a Moscou e São Petersburgo a convite do Conselho da Federação Foto: serviço de imprensa

Astori viajou a Moscou e São Petersburgo a convite do Conselho da Federação Foto: serviço de imprensa

Durante encontros, foram discutidos o aumento do comércio bilateral, dos investimentos em infraestrutura e também da interação cultural entre os dois países.

O vice-presidente do Uruguai, Danilo Astori, chegou à Rússia na última quarta-feira (11) em uma visita oficial.

Astori viajou a Moscou e São Petersburgo a convite do Conselho da Federação (o Senado) e realizou negociações importantes com as duas câmaras do parlamento russo.

"O Uruguai sempre foi um parceiro muito importante para a Rússia na América do Sul. Estamos muito satisfeitos com o alto nível e eficácia do nosso diálogo político bilateral", declarou a presidente do Conselho da Federação da Rússia, Valentina Matvienko.

Matvienko informou que a Duma Estatal (câmara baixa do parlamento russo) está preparando um acordo com a Câmara de Representantes da Assembleia Geral do Uruguai.  

"Este documento, que irá reforçar a vontade de ambas as partes para desenvolver o diálogo interparlamentar, também poderia ser assinado entre as câmaras altas dos parlamentos dos nossos países", disse o porta-voz do Senado russo.

Foto: serviço de imprensa

“Segundo o acordo de cooperação entre o Conselho da Federação da Rússia e o Parlamento de Mercosul, contamos com a ajuda do Uruguai no estabelecimento das relações mais estreitas com o Parlamento do Mercosul”, declarou Matvienko.

Moscou agradeceu a Montevideo pelo apoio às prioridades russas em vários problemas internacionais, incluindo a votação na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas sobre a resolução para a Ucrânia.

Segundo Astori, o Uruguai não apoia o isolamento da Rússia e a introdução de sanções pelo Ocidente. "O Uruguai defende os princípios de que qualquer isolamento deve ser evitado", disse o vice-presidente do Uruguai.

Infraestrutura

"Obviamente, o comércio bilateral está focado em vários produtos. No entanto, a Rússia tem de aumentar os investimentos na infraestrutura do Uruguai”, disse Astori.

De acordo com a diretora do Centro de Pesquisas Econômicas do Instituto da América Latina da Academia de Ciências da Rússia, Liudmila Simonova, o Uruguai está interessado nos investimentos russos na infraestrutura de transportes, reconstrução do setor de energia, exploração de recursos naturais e pesca.

 

Danilo Astori e presidente do Conselho da Federação da Rússia, Valentina Matvienko Foto: serviço de imprensa

 

"O comércio entre nossos países é de cerca de US$ 300 milhões. É relativamente pouco. No entanto, precisamos entender que o Uruguai é um país pequeno, com pequena população, e tendo em conta o tamanho do país, é possível dizer que as relações comerciais entre a Rússia e o Uruguai são as mais ativas na América Latina", disse Simonova.

O comércio de produtos de carne é o mais desenvolvido. Cerca de vinte empresas uruguaias têm o direito de fornecer carne diretamente ao consumidor russo. Os produtos da mais alta qualidade se exportam diretamente para grandes lojas e restaurantes russos.

A Rússia exporta ao Uruguai principalmente equipamentos militares.

"Praticamente todos os veículos do exército uruguaio são russos, como os Ural, GAZ, UAZ e os tanques Vodnik", disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia.

O vice-presidente do Uruguai também disse que é preciso prestar mais atenção às ligações culturais. Segundo Astori, o Balé Nacional do Uruguai planeja assinar um acordo com o Teatro Bolshoi da Rússia.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.