Profanação de memorial soviético na Polônia indigna diplomatas russos

Não é a primeira vez que monumento soviético vira alvo de vandalismo por poloneses Foto: Andrêi Lijenkov

Não é a primeira vez que monumento soviético vira alvo de vandalismo por poloneses Foto: Andrêi Lijenkov

As autoridades de Moscou se disseram insultadas por um novo incidente de profanação de um monumento da Segunda Guerra Mundial na Polônia, declarou o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Aleksandr Lukachevitch.

“Estamos profundamente indignados com o ato de vandalismo cometido na Polônia, na noite de 19 de maio, quando um monumento aos combatentes soviéticos foi profanado em um cemitério da guerra em Raciborz”, ressaltou o diplomata.

Lukachevitch acrescentou não ser a primeira vez que “vândalos na Polônia insultaram a memória dos heróis que deram suas vidas para salvar o mundo”.

“Isso contraria todas as normas da moral, o cristianismo e os valores humanos universais”, concluiu o oficial.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.