Retórica antirrussa da Otan ultrapassa propaganda na época da Iugoslávia

Ministério diz fazer "esforços para eliminar a herança da Guerra Fria" Foto: www.nato.int

Ministério diz fazer "esforços para eliminar a herança da Guerra Fria" Foto: www.nato.int

De acordo Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia, país nunca evitou a cooperação com a Aliança do Atlântico Norte, propondo construí-la com base na igualdade.

A retórica política antirrussa da Otan ultrapassou a propaganda na época da investida contra a Iugoslávia, segundo o Ministério dos Negócios Estrangeiros da Rússia.

Nos últimos tempos, a Otan lançou algumas publicações em que a Aliança tentou apresentar as causas da crise na Europa de modo a transferir a responsabilidade para a Rússia, declarou o ministério.

De acordo com comunicado no órgão, a Rússia nunca evitou a cooperação com a Aliança do Atlântico Norte, propondo construí-la com base na igualdade.

“Apesar das discordâncias [expansão da Otan, implantação de sistemas de defesa antimísseis e não cumprimento da aliança em relação às leis internacionais), a Rússia, durante todos estes anos, desenvolveu uma cooperação com a Otan em áreas de interesse comum, como a luta contra o terrorismo, tráfico de drogas e pirataria, resposta a desastres naturais e artificiais e cooperação no Afeganistão, fazendo esforços para eliminar a herança da Guerra Fria”, diz o documento.

 

Publicada originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.