ONU agradece à Rússia por atuação no combate ao terrorismo

Homens armados que passam por treinamento nas áreas hostis do Afeganistão e Paquistão estão entre as ameaças terroristas mais perigosas Foto: RIA Nóvosti

Homens armados que passam por treinamento nas áreas hostis do Afeganistão e Paquistão estão entre as ameaças terroristas mais perigosas Foto: RIA Nóvosti

Desempenho do Serviço Federal de Segurança em Sôtchi-2014 e operações no Afeganistão recebeu elogios de autoridades internacionais.

Chefes dos serviços de segurança de países parceiros do Serviço Federal de Segurança da Rússia disseram, em reunião na cidade de Sôtchi, que as agências de aplicação da lei russas vêm prestando uma grande contribuição na luta contra o terrorismo internacional.

Funcionários de alto escalão de vários países citaram homens armados que passam por treinamento nas áreas hostis do Afeganistão e Paquistão e pontos de conflito no Oriente Médio e Norte da África como as ameaças terroristas mais perigosas.

“A propagação de extremismo religioso também representa uma grande ameaça para a nossa região. Observamos também a presença de pessoas que participaram de conflitos militares na Síria em nossos países e isso causa preocupações”, disse o diretor do Comitê Executivo de Combate ao Terrorismo da Organização de Cooperação de Xangai (SCO), Zhang Xinfeng, aos jornalistas. Segundo ele, a cooperação contínua com o Serviço Federal de Segurança vai ajudar as agências de aplicação da lei dos países da SCO a neutralizar essas ameaças.

Representantes da Organização das Nações Unidas também ressaltaram o papel da Rússia na luta contra o terrorismo internacional. O diretor do grupo de trabalho das Nações Unidas para o combate ao terrorismo, Jehangir Khan, agradeceu o governo russo por esse trabalho.

Os líderes presentes resumiram os resultados da cooperação entre os serviços de segurança e as agências russas nos Jogos Olímpicos de Sôtchi, em fevereiro passado. Eles aproveitaram para determinar e acordar novas maneiras de melhorar a cooperação a fim de garantir a segurança em grandes eventos internacionais. Os participantes da reunião adotaram um comunicado oficial, no qual dizem estar preparados para utilizar o potencial do fórum para procurar modelos mais eficazes de parceria na luta contra a expansão do extremismo.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.