O poder energético da Crimeia

Crimeia era considerada o balneário do país Foto: Serguêi Savostianov/RG

Crimeia era considerada o balneário do país Foto: Serguêi Savostianov/RG

Ao longo de toda a sua história, a Crimeia atraiu as pessoas como um imã. A questão não é apenas sua localização estratégica. A região, anexada à Rússia na semana passada após um processo turbulento, é também um ponto energético poderosíssimo no mapa.

Nos tempos da URSS, a Crimeia era considerada o balneário do país em que anualmente muitos cidadãos soviéticos passavam férias. O ar dos pinhais associado à brisa marinha, rica em iodo, era benéfico para o organismo.

Contudo, não é só o clima local que traz benefícios para a saúde. A península da Crimeia é considerada justamente um local de força a que as pessoas recorrem em busca de iluminação. Ela é especialmente procurada por diversas escolas de yoga e de meditação.

Provavelmente uma das zonas mais anômalas da Crimeia, que recebe um fluxo permanente de peregrinos, é o cabo Meganom, entre as cidades de Sudak e de Feodosia.

“Já não é o primeiro ano que eu reúno um grupo e levo os meus alunos precisamente ao cabo Meganom. Trata-se de um local único, com uma energia muito luminosa. Ela é ideal para a prática do yoga e de meditações longas. Todos os meus conhecidos dizem que aqui surge uma incrível sensação de felicidade, de liberdade, de serenidade e de clareza mental. Além disso, aqui ocorrem sonhos premonitórios. Isso é um fato. Eu prefiro vir no final de setembro, quando já não faz tanto calor e a quantidade de pessoas é bastante reduzida”, conta Vadim Zhuravlev, professor de ioga, partilhando as impressões da sua estadia no no local no verão passado.

O pico de turistas ocorre entre julho e agosto, altura em que Meganom fica apinhada. Assim, se recomenda que os interessados em descobrir o sentido da vida e em obter um nirvana personalizado escolham a época de temporada baixa para visitá-lo.

Fama

Realmente sempre houve muito falatório sobre Meganom. Por exemplo, se considera que as capacidades extrassensoriais aqui ficam extremamente apuradas e que aqui pode-se observar miragens. É interessante o fato de os gregos antigos pensarem que em Meganom se localizava a entrada para o Reino de Hades. Não é por acaso, dizem os habitantes locais, que aqui é possível contatar os espíritos dos mortos.

Mas isso só tem interesse se você acredita no além e em outras maravilhas. Se nos limitarmos aos fatos científicos, que corroboram a excepcionalidade deste local, podemos apresentar o seguinte exemplo.

Até há pouco tempo, numa das unidades militares localizadas perto de Meganom, foi realizada uma série de investigações classificadas de ultrassecretas e relacionadas com as anomalias magnéticas deste território. Não se tem a certeza de quais eram os experimentos realizados pelos militares. Só se sabe que isso foi mantido em segredo e que durante as investigações o cabo Meganom esteve vedado a quaisquer visitantes.


Publicado originalmente pela Voz da Rússia

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.