General americano é destituído por bebedeira na Rússia

General esteve sob investigação por “mau comportamento” depois de viagem no verão Foto: af.mil

General esteve sob investigação por “mau comportamento” depois de viagem no verão Foto: af.mil

General da Força Aérea dos EUA, responsável por centenas de armas nucleares do país, foi afastado depois de apresentar “comportamento inadequado” durante viagem de verão à Rússia, incluindo consumo excessivo de álcool e encontro com “mulheres suspeitas”.

O major general Michael Carey, que comandava todo o arsenal de mísseis balísticos intercontinentais da Força Aérea, foi destituído de seu cargo em outubro passado por “perda de confiança em sua liderança e julgamento”, segundo um comunicado divulgado este semana pela Força Aérea.

O relatório diz que Carey foi considerado culpado por conduta imprópria e violação do código de justiça dos militares. Carey “ultrapassou os limites dos padrões de boa conduta”, diz o documento.

Os investigadores norte-americanos concluíram que Carey se comportou mal enquanto liderava a delegação americana que realizaria um exercício de segurança nuclear em Sergueiv Posad, nos arredores de Moscou. 

O jornal “The Washington Post” divulgou, citando conhecidos do militar, que Carey havia começado a beber durante uma escala em Zurique e assim continuou pelos três dias seguintes na Rússia.

Carey foi diversas vezes agressivo com os anfitriões e outras autoridades presentes, e chegava tarde para as reuniões matinais com as autoridades russas. 

O general, que esteve sob investigação por “mau comportamento”, foi agora designado como assistente especial no Comando Espacial da Força Aérea, e não é mais responsável por armas nucleares.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow News

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.