Google não vai assinar memorando sobre pirataria

Google coopera com os detentores de direitos conforme Lei dos Direitos Autorais do Milênio Foto: PhotoXPress

Google coopera com os detentores de direitos conforme Lei dos Direitos Autorais do Milênio Foto: PhotoXPress

Proprietário do site de compartilhamento de vídeo YouTube, Google não vai assinar o memorando de cooperação proposto pela agência de vigilância de mídia da Rússia com os detentores de direitos, que prevê o combate à disseminação de vídeos piratas.

Canais de televisão, estúdios de cinema, portais de internet e organizações antipiratarias da Rússia assinaram o memorando nesta terça-feira (17) para garantir a exclusividade dos direitos de filmes.

“Não vamos assiná-lo agora. Há muito tempo estamos cooperando com os detentores de direitos conforme o DMCA [Lei dos Direitos Autorais do Milênio]”, disse Svetlana Anurova, executiva do Google na Rússia.

Esse procedimento permite a remoção de vídeos piratas dos serviços do Google a pedido dos detentores de direitos, antes mesmo de o caso ir a tribunal. Anurova acrescentou que o YouTube está tecnicamente equipado com programas para identificar e bloquear o conteúdo.

O documento assinado nesta terça estipula que, até o final de março de 2014, os sites de compartilhamento de vídeo terão que introduzir um sistema de identificação para bloquear e evitar a publicação dos vídeos sem autorização do autor.

Os titulares de direitos, por sua vez, vão fornecer plataformas de rede com informações disponíveis sobre tecnologias eficazes de identificação, bem como o contato de seus produtores e distribuidores.

 

Publicado originalmente pela agência ITAR-TASS

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.