Comércio Brasil-Rússia atingiu US$ 4,5 bilhões em 10 meses

Exportação da Rússia para Brasil alcançou a marca de US$ 1,7 bilhão Foto: divulgação

Exportação da Rússia para Brasil alcançou a marca de US$ 1,7 bilhão Foto: divulgação

Nesta segunda-feira (9), a Comissão Intergovernamental de Cooperação Econômica, Comercial, Científica e Tecnológica se reuniu em Brasília para discutir medidas que visam aproveitar plenamente o potencial das relações bilaterais para, assim, corresponderem ao estatuto de parceria estratégica.

Os representantes das respectivas delegações afirmaram que as relações Brasil-Rússia tiverem um impulso concreto após a visita do primeiro-ministro russo, Dmítri Medvedev, ao Brasil em fevereiro, assim como depois da visita da presidente Dilma Rousseff a Moscou, em dezembro passado.

Uma reunião de alto nível entre as partes está prevista para o primeiro semestre de 2014, quando o Brasil assumirá a presidência do Brics, o grupo das cinco grandes economias emergentes que inclui Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

“É muito importante que áreas de ciência intensiva e alta tecnologia, tais como espaço, energia nuclear e biotecnologias, desempenhem um papel ainda mais importante na cooperação Brasil-Rússia”, disse a vice-chefe do departamento Europa e América do Ministério de Desenvolvimento Econômico russo, Galina Kurotchkina, à agência Itar-Tass.

“Este ano foi marcado pelo avanço no Brasil por parte de empresas russas especializadas em tecnologias de informação”, acrescentou Kurotchkina, ressaltando a importância “de manter e aumentar o potencial do comércio bilateral, que atingiu US$ 4,5 bilhões ao longo dos últimos dez meses”.

As estatísticas comprovam a importância do comércio entre os dois países. A exportação da Rússia para Brasil alcançou a marca de US$ 1,7 bilhão. Paralelamente, o Brasil responde por 57% da cana-de-açúcar bruta no mercado russo, 55% da carne bovina, 22% da carne de porco, 18% da carne de aves e 15% dos grãos de café.

O grupo especial da comissão também abordou a cooperação técnico-militar entre os países, que vem demonstrando sucesso sobretudo na comercialização de helicópteros e sistemas de defesa aérea russos.

 

Publicado originalmente pela agência ITAR-TASS

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.