Grupo de trabalho brasileiro vai avaliar Pantsir-S1 em janeiro

Bateria com seis Pantsir-S1 é capaz de destruir 24 alvos ao mesmo tempo Foto: RIA Nóvosti

Bateria com seis Pantsir-S1 é capaz de destruir 24 alvos ao mesmo tempo Foto: RIA Nóvosti

Em visita à Rússia, militares analisarão sistema de defesa russo que deverá ser usado como reforço do esquema de segurança para a Copa do Mundo 2014.

Um grupo de trabalho composto por militares do Exército e da Marinha do Brasil viajará à Rússia em janeiro de 2014 para avaliar o sistema de defesa antiaérea Pantsir-S1.

A viagem, anunciada pelo ministro da Defesa brasileiro Celso Amorim, contará com 10 integrantes, incluindo um general de brigada do Exército e dois oficiais do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil.

A expectativa é que o grupo de trabalho permaneça na Rússia entre os dias 28 de janeiro e 10 de fevereiro. De acordo com a portaria publicada Diário Oficial da União na semana passada, todas as despesas serão cobertas pelo Ministério da Defesa brasileiro.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.