Negociações sobre Irã mantêm “espírito construtivo”, diz Lavrov

Secretário de Estado americano John Kerry (esq.) e chanceler russo Serguêi Lavrov mantêm confiança sobre futuro das negociações Foto: Reuters

Secretário de Estado americano John Kerry (esq.) e chanceler russo Serguêi Lavrov mantêm confiança sobre futuro das negociações Foto: Reuters

Reunião internacional sobre programa nuclear iraniano não gera resultados concretos, mas chanceler russo mantém otimismo sobre nova rodada no próximo dia 20.

O Grupo 5+1 não alcançou um acordo com o Irã sobre seu programa nuclear nas rodadas de negociações realizadas em Genebra, porém, segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros russo, Serguêi Lavrov, as partes mantiveram o “espírito construtivo”. “Num futuro próximo será anunciada a data para a reunião dos diretores políticos que vão trabalhar em um documento conjunto”, anunciou o ministro.

“Também ficou decidido continuar as conversações entre os dirigentes políticos. Os ministros concordaram que o trabalho será feito por etapas e em regime de reciprocidade. Esse é o princípio que o lado russo promove há muito tempo”, continuou Lavrov.

A próxima rodada de negociações entre o Irã e os “seis” (os cinco países membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU mais a Alemanha) sobre o programa nuclear de Teerã será realizada em Genebra no próximo dia 20, anunciou neste domingo (10) a coordenadora dos “6”, a Alta Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros e a Política de Segurança, Catherine Ashton.

“Hoje à noite tivemos uma longa reunião com os ministros dos seis após três dias de intensas e concretas negociações. Houve um grande progresso concreto, mas algumas divergências permanecem”, declarou a diplomata.

Apesar de as negociações de três dias não terem resultado na assinatura do acordo, os diplomatas mantém o otimismo. O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, acredita que o acordo com o Irã pode ser assinado “durante as próximas semanas”.

 

Com materiais do Gazeta.ru e Newsru.com

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.