"Dinheiro de Snowden está quase chegando ao fim”, diz advogado do delator

Ex-funcionário da CIA está ciente do perigo que continua correndo na Rússia Foto: Reuters

Ex-funcionário da CIA está ciente do perigo que continua correndo na Rússia Foto: Reuters

Ex-funcionário da CIA recebeu propostas de emprego na Rússia, mas ainda teme possíveis ações do serviço secreto americano.

Após três longas semanas no aeroporto moscovita de Cheremetievo, o ex-consultor da CIA Edward Snowden está se adaptando ao seu novo país de residência e até aprendeu algumas palavras russas.

“A situação está sob controle, Edward está se recuperando e não solicita ajuda de psicólogos. Viver em condições decentes já é suficiente para ele”, contou Anatóli Kutcherena, advogado do americano, em entrevista ao jornal russo “Moskovski Komsomolets”.

Segundo Kutcherena, Snowden vem mantendo contato com seus familiares e aproveitou para fazer algumas viagens pela Rússia. No entanto, o ex-funcionário da CIA está ciente do perigo que continua correndo e, por isso, toma certas precauções. “Suas condições atuais permitem levar uma vida confortável, assim como garantem a sua segurança”, continua o advogado.

O americano foragido recebeu várias ofertas de emprego, mas ainda não decidiu sobre o seu futuro. “Ele está pensando no assunto, mas teremos alguma resposta apenas após o seu encontro com o pai”, disse Kutcherena, acrescentando que o dinheiro do Snowden está “quase chegando ao fim”.

Para resolver esse problema, o advogado está buscando maneiras de repassar os recursos adquiridos pelas fundações beneficentes em nome do famoso delator.

Enquanto isso, Snowden procura conhecer a cultura russa por meio da leitura de livros trazidos pelo seu advogado ainda na época da sua permanência no aeroporto, tais como o “Crime e Castigo”, de Fiódor Dostoiévski. “Levando em consideração as suas preferências, já fiz uma lista de obras clássicas. Por exemplo, os livros de Tolstói e outras obras que permitem conhecer melhor as tradições e costumes russos”, acrescenta Kutcherena.

O advogado disse ainda que Snowden prefere não chamar atenção e leva uma vida simples, esperando a situação se acalmar para que possa retomar uma vida de cidadão comum na Rússia ou em qualquer outro país.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.