Turistas em trânsito podem ficar na Rússia por 72 horas sem visto

Medida será válida para passageiros que estiverem de passagem por Moscou, São Petersburgo e Kazan com destino a outro país Foto: Alamy / Legion Mídia

Medida será válida para passageiros que estiverem de passagem por Moscou, São Petersburgo e Kazan com destino a outro país Foto: Alamy / Legion Mídia

O governo russo aprovou um projeto de lei que vai facilitar a entrada de turistas estrangeiros no país. A medida permite que os visitantes em trânsito fiquem na Rússia por 72 horas sem visto e vale para o passageiro que estiver de viagem de passagem em Moscou, São Petersburgo e Kazan, com destino a outro país.

Para entrar na Rússia, o turista em trânsito deve ter um documento de identidade válido, plano de saúde pelo prazo de permanência, contrato para a prestação de serviços turísticos (incluindo hospedagem ou excursões, caso o turista permaneça no país menos de 24 horas) e um bilhete aéreo com destino a outro país dentro do período proposto.

O regime de vistos e elevados custos de viagem é um dos maiores  problemas enfrentados pelo turismo estrangeiro na Rússia. Com a introdução da medida, prevê-se um aumento de 20% a 30% ao ano no fluxo de turistas estrangeiros em trânsito em Moscou.

A novidade também deve gerar uma receita de até 19,7 bilhões de rublos (US$ 592,4 milhões) em serviços turísticos e 5,4 bilhões (US$ 162,3 milhões) para o setor hoteleiro.

O Ministério da Cultura da Federação Russa está defendendo a iniciativa de permitir que turistas estrangeiros interessados em assistir a eventos oficias de caráter cultural ou esportivo possam ficar no país por até 10 dias sem visto. No entanto, o projeto ainda não saiu do papel.

Cabe lembrar que, desde junho de 2010, brasileiros não precisam de visto para visitar a Rússia se a viagem não exceder 90 dias.

 

Com materiais dos veículos RBK, ratanews.ru, amic.ru

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.