Urais recebe Feira Industrial Internacional Innoprom 2013

Iekaterinburgo é a quarta cidade mais populosa da Rússia Foto: Lori/Legion Media

Iekaterinburgo é a quarta cidade mais populosa da Rússia Foto: Lori/Legion Media

Evento que reúne empresas de 70 países promete lançar Iekaterinburgo como favorita para sede da Expo 2020. São Paulo também está na corrida para abrir o terceiro maior evento do mundo.

A Innoprom 2013 acontecerá em Iekaterinburgo de 11 a 14 de julho, com a participação de delegações de 70 países e 500 empresas de diversos ramos econômicos – energético, petróleo e gás, construção civil, nanotecnologias, telecomunicações, medicina e indústria automóvel. Expectativa é que o fórum reúna 50 mil pessoas ao longo dos 4 dias. 

A capital da Região dos Urais sediará a Innoprom pelo quarto ano consecutivo. Nesse período, a feira já se transformou de uma simples exposição regional em um dos maiores eventos no mundo dos negócios. A agenda prevê cerca de 100 atividades, incluindo conferências, mesas redondas e apresentações.

Seguindo o tema central “Indústria Global – Estratégias e Riscos”, os economistas, empresários e especialistas debaterão a problemática da desaceleração do crescimento econômico global e a necessidade de elaborar estratégias do futuro desenvolvimento.

“O abrandamento econômico ocorre tanto na Europa, como na Ásia e na América. Precisamos pensar em linhas estratégicas globais, que poderiam ser aplicadas em todos os países e modelos econômicos. Foi daí que surgiu o atual lema”, disse à “Voz da Rússia” o diretor do programa de negócios da Innoprom 2013, Anton Atrachkin.

Durante o evento haverá um simpósio dedicado à candidatura de Iekaterinburgo para sediar a Expo 2020, o terceiro maior do mundo, que perde apenas para a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos. As eleições serão realizadas em novembro deste ano, em Paris. Os outros concorrentes são Izmir (Turquia), Ayutthaya (Tailândia), Dubai (Emirados Árabes) e São Paulo.

“A Expo é uma das ideias-chave de todas as exposições russas que apresentam as transformações ocorridas recentemente em Iekaterinburgo e os planos para o futuro”, disse à “Voz da Rússia” o vice-prefeito da cidade, Serguêi Tuchin.

No ano passado foram celebrados 34 acordos de longo prazo, no valor total de seis bilhões de dólares.

 

Publicado originalmente pela Voz da Rússia

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.