Lista dos mais influentes da “Time” tem um russo

Ígor Sechin, presidente da gigante petroleira Rosneft Foto: Reuters

Ígor Sechin, presidente da gigante petroleira Rosneft Foto: Reuters

Neste ano, lista também conta com o presidente chinês Xi Jinping, sua esposa Peng Liyuan, além do presidente da maior empresa de petróleo da Rússia, Ígor Sechin, entre outros.

A revista “Time” publicou a sua lista anual das pessoas mais influentes do planeta, que neste ano incluiu uma personalidade russa, Ígor Sechin, presidente da gigante petroleira Rosneft .

Os editores e especialistas destacaram o chefe da companhia pela realização da maior transação de aquisição da história moderna. Em março, a Rosneft adquiriu o controle acionário da companhia de petróleo russo-britânica TNK-BP, tornando-se a maior companhia de petróleo do mundo.

Sechin foi enquadrado na categoria titãs.

A revista “Time” explica que entre os membros do círculo de pessoas muito próximas ao presidente Vladímir Pútin, Sechin sempre se destacou como "o conquistador".  Foi assim também entre 2004 e 2006, quando o ex-oficial da KGB e, posteriormente, um alto funcionário da administração de Pútin, realizou a aquisição da maior petrolífera russa, a Yukos, informa a publicação.

O presidente chinês Xi Jinping e sua esposa, Peng Liyuan também apercem na lista. Xi e Peng ganharam destaque em categorias diferentes: ele como líder, e ela como ícone.

Na resenha sobre o líder chinês, Henry Kissinger, ex-secretário de Estado dos EUA, explicou a escolha:

"Ele implementou um amplo programa de reformas, que visa transferir milhões de pessoas do campo para as cidades, simplificar a burocracia, redirecionar a economia, distanciando-a das empresas estatais, e combater a corrupção. Na política externa, levantou uma questão chave: poderiam duas potências, em parte concorrentes (Estados Unidos e China), substituir o conflito pela cooperação? As respostas dadas por ambos os lados irão determinar o futuro do mundo."

Ícones

Na categoria ícones constam apenas 14 pessoas, duas delas chinesas. A tenista Li Na também integra a lista, além de Peng. Ao lado delas estão a primeira-dama dos EUA, Michelle Obama, a esposa do príncipe William, Kate Middleton, e a cantora Beyoncé.

A revista destaca que Peng, esposa do novo líder da China, ao contrário de suas  antecessoras, não se assusta com as câmeras nem com o fato de ser o foco das atenções. Durante muito tempo, a famosa intérprete de canções populares chinesas foi muito mais popular do que o seu marido.

Os jornalistas ressaltam, especialmente, a sua maneira de vestir:

"Hoje em dia, saltam aos olhos as manchetes sobre o seu estilo de se vestir. Enquanto os chineses ricos preferem as marcas ocidentais, a primeira-dama da China exibe roupas dos estilistas nacionais. Alterando qualitativamente com isso o famoso slogan ‘made in china’".

No ano passado, o representante da Rússia na lista foi o blogueiro Aleksêi Navalni. Na época, a edição destacou o mérito do oposicionista pela luta contra a corrupção e pela promoção da associação das pessoas através das redes sociais.

A lista

As pessoas mais influentes do mundo foram selecionadas pela primeira vez, por uma comissão, em 1999, quando foi publicada a lista das personalidades mais importantes do século 20. A partir de 2004, a revista começou a publicar anualmente o ranking dos mais influentes.

 

Com material da Forbes, RBC e Time

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.