Rússia e Brasil assinam uma série de acordos bilaterais

Foto: Reuters

Foto: Reuters

Visita do premiê russo Dmítri Medvedev ao Brasil está sendo marcada pela criação de parcerias em áreas diversas.

O premiê russo, Dmítri Medvedev, e o vice-presidente do Brasil, Michel Temer, assinaram uma declaração conjunta sobre os resultados da sexta reunião da Comissão de Alto Nível de Cooperação Brasil-Rússia.

Também foram aprovados documentos na área da educação e ciência que preveem a cooperação na implementação do programa educacional “Ciência sem Fronteiras”.

As autoridades definiram ainda acordos relativos à atividade empresarial e assinaram um memorando de entendimento e de cooperação no âmbito da gestão dos Jogos Olímpicos e Paraolímpico, bem como da Copa do Mundo.

Medvedev chegou ao Brasil nesta quarta-feira ao Brasil (200 e iniciou sua visita de trabalho com uma reunião com a presidente do país, Dilma Rousseff.

Fora de moda

Durante a reunião entre o primeiro-ministro russo, Dmítri Medvedev, e a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, houve uma pequena violação das regras do protocolo, que não passou despercebida. Apesar de as partes oficial e de negócios da reunião terem sido efetuadas conforme o planejado, os jornalistas apontaram o fato de que a presidente da República mantinha negociações com o primeiro-ministro russo calçada com um sapato e um chinelo. Alguns dias atrás, Dilma tropeçou e quebrou o dedo grande do pé direito enquanto descansava no carnaval de Salvador. A atadura especial que não lhe permitia calçar um dos sapatos.

O primeiro-ministro russo veio acompanhado do seu assessor de política externa, Serguêi Prikhodko, e do vice-chanceler russo, Serguêi Riabkov.

O lado brasileiro foi apresentado nas conversações pelo vice-presidente, Michel Temer, pelo ministro das Relações Exteriores, António de Aguiar Patriota, assim como pelo assessor especial para assuntos internacionais da presidência, Guilherme Patriota.

Cooperação militar

O Serviço Federal de Cooperação Técnico-Militar da Rússia e o Ministério da Defesa do Brasil assinaram uma declaração de intenções sobre a cooperação no domínio do sistema de defesa antiaérea.

O Brasil está interessado em adquirir baterias de mísseis antiaéreos russos Igla-S e sistemas antiaéreos Pantsir-S1.

O Ministério da Defesa do Brasil propôs ao governo do país incluir na agenda as negociações sobre esse assunto.

Trigo russo

O Ministério da Agricultura da Rússia e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil assinaram nesta quarta-feira (20) um acordo definindo critérios fitossanitários que vão garantir a liberação da venda do trigo russo no mercado brasileiro.

O ministro da Agricultura russo, Nikolai Fiodorov, explicou aos jornalistas que o documento inclui os termos acordados de controle recíproco e de qualidade,  permitindo a entrada legal de trigo russo no mercado brasileiro.

O ministro russo acrescentou que a parte brasileira também manifestou seu interesse na importação potencial de cerca de um milhão de toneladas de trigo russo anualmente.

 

Publicado originalmente pela rádio Voz da Rússia

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.