Por que Vladímir Uliánov adotou o sobrenome ‘Lênin’?

Russia Beyond; Getty Images
O sobrenome fictício mais famoso que Vladímir Uliánov usou é, sem sombra de dúvida, Lênin. Mas este foi um dos cerca de 150 apelidos do líder revolucionário.

Os bolcheviques recorriam a nomes fictícios por motivos conspiratórios. Tanto é que a mesma pessoa poderia usar simultaneamente vários sobrenomes diferentes. Os nomes reais nunca eram usados, fosse na clandestinidade ou na imprensa. Vladímir Uliánov, o pai do proletariado global, tinha nada menos que 146: 17 estrangeiros e 129 russos (esse número era cinco vezes maior que a quantidade de apelidos de Stálin). “Lênin” acabou sendo o mais famoso, que ele usava não só politicamente, como também para assinar seus ensaios. Mas Uliánov nunca revelou o motivo de sua escolha. Por isso, existem três teorias possíveis para a origem da alcunha:

1) Nome de rio ou piada interna do Partido Comunista

Os pseudônimos com nomes russos comuns eram os mais difundidos entre os círculos revolucionários. Portanto, a história de que Lênin foi formado a partir do nome feminino Lena/Elena é uma das versões mais difundidas – com o detalhe de que o nome foi provavelmente inspirado em um rio russo, e não em alguma mulher.

Cartão de registro de Vladímir Uliánov-Lênin do Departamento de Proteção da Ordem e  da Segurança Pública, 1895

“Tenho motivos para acreditar que (...) o pseudônimo vem do nome do rio Lena. Vladímir Ilitch não optou pelo nome Volguin [do rio Volga], pois havia sido usado em demasia na época, principalmente por pessoas como Plekhanov e outros”, declarou Olga Ulianova, sobrinha de Lênin falecida em 2011.

É possível que a história do rio seja, de fato, a correta, de acordo com alguns pesquisadores. No entanto, outros também acreditam que Lênin escolheu o nome para zombar de Gueórgui Plekhanov, um menchevique que costumava usar Volguin.

2) Retirado do passaporte fictício de estadista morto

A primeira vez que o líder bolchevique usou o nome ‘Lênin’ – ou ‘N. Lênin’, para ser mais preciso – foi em 1901, ao assinar seus ensaios. O hábito permaneceu, e esse nome se tornou um elemento permanente. Isso foi mais ou menos na época em que uma amiga de Lênin deu a ele o passaporte de seu pai com a data de nascimento alterada: o nome do homem era Nikolai Egorovitch Lênin. Em 1890, Uliánov teve que deixar o país, o que exigiu novos documentos.

Lênin em 1900

O historiador Vladlen Loguinov (a propósito, o próprio nome ‘Vladlen’ é formado pela junção de Vladímir + Lênin) postula que, ao deixar a Rússia, Lênin decidiu manter o nome que recebeu com o novo passaporte. Mas o que está por trás desse nome? Bem, os Lênins eram nobres – o nome foi dado pela primeira vez no século 17 a um cossaco por suas realizações na conquista da Sibéria, que por sinal tinha a ver com invernos nas margens do rio Lena. Nikolai Egorovitch Lênin, o pai da amiga do bolchevique, era descendente do tal cossaco e ascendeu ao posto de conselheiro de Estado, antes de se aposentar e se estabelecer na região de Iaroslavl.

Porém, algo parece fora do lugar: Nikolai Lênin morreu em 1902, um ano depois de Uliánov supostamente começar a usar o nome como um apelido do Partido.

3) Lenin era fã de Liev Tolstói

O escritor Liev Tolstói tinha um romance intitulado ‘Os Cossacos’, cujo protagonista tem o sobrenome Olenin e é enviado para fazer trabalhos forçados no Cáucaso. Lá ele se apaixona pela vida longe da civilização.

Lênin deixando o Instituto Estatal de Pedagogia após sessão do Primeiro Congresso Russo de Educação, em 1918

O líder revolucionário adorava as obras de Tolstói, e sua esposa, Nadejda Krúpskaia, chegou a lembrar de Lênin ter lido aquele mesmo romance quando era ele quem estava sendo enviado para a Sibéria. O ano era 1898. Tolstói, de acordo com Lênin, foi “o espelho da Revolução Russa” e, de acordo com o historiador Aleksêi Golenkov, há razões substanciais para acreditar que o sobrenome do protagonista de ‘Os Cossacos’ é a verdadeira inspiração por trás do famoso nome de Vladímir Lênin.

Cartão de registro de Vladímir Uliánov-Lênin do Departamento de Proteção da Ordem e  da Segurança Pública, 1895

LEIA TAMBÉM: Por que Ióssif Djugachvili adotou a alcunha “Stálin”?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies