10 coisas que só lembra quem cresceu nos anos 1980 na URSS (e algumas, no Brasil também!)

Valery Khristoforov/TASS
De reprodutores de videocassete domésticos e videogames a relógios digitais japoneses e motocicletas tchecas, os anos 1980 uma maravilha tecnológica para muitos russos!
  1. Jubas de leão, tiaras e punk rock

As mulheres da União Soviética estavam loucas para experimentar os looks exóticos inspirados em estrelas pop. Cabelos volumosos e selvagens eram indício de estilo e uma maneira de mostrar que a pessoa estava em sintonia com o resto do globo e suas tendências.

  1. Minigame "Nu, Pogodí!"

Quatro galinhas põem ovos que rolam. O jogador precisa controlar um lobo, personagem do popular desenho animado soviético “Nu, Pogodí!” e recolher todos os ovos usando apenas quatro botões.

Este jogo ganhou muita popularidade quando foi lançado, em 1984, e corria o boato entre as crianças soviéticas de que se o jogador atingisse mil pontos, era possível assistir a um desenho animado no minigame. Apesar de isso ser tecnicamente impossível, muitas crianças acreditavam.

  1. Relógio digital

Esta inovação revolucionária inundou o mercado soviético nos anos 1980. A Casio e a Seiko eram os principais fabricantes, mas havia muitos outros modelos. Relógios com calculadora embutida ou alto-falante estavam entre os modelos mais populares.

  1. Brinquedo metalofone

Como a escassez de bens de consumo era comum, só de vez em quando as pessoas viam esse instrumento musical. Os metalofones portáteis eram muito populares com as crianças soviéticas. Mas nem todas elas tinham um talento nato com o instrumento – para enlouquecer as mães com o som, quase todas tinham.

  1. Mascote Micha

O mascote dos Jogos Olímpicos de Moscou de 1980 fez muitos espectadores derramarem lágrimas quando voou para os céus durante a cerimônia de encerramento. Desde então, o mascote desfrutou de um status icônico, fazendo aparições em músicas, desenhos animados e selos dos correios. Quem cresceu nos anos 1980 viveu cercado de imagens do ursinho olímpico fofinho.

  1. Pionêrskaia Pravda

Esta revista para crianças soviéticas nasceu em 1925, mas atingiu seu pico de popularidade nos anos 1980. Quase 10 milhões de exemplares do Pionêrskaia Pravda saíam duas vezes por semana e eram distribuídos em toda cidade soviética.

A revista publicava histórias sobre amizade, esportes, iniciativas juvenis e amor à pátria. Com o colapso da URSS, o público de leitores da revista rapidamente se extinguiu. A tiragem do Pionêrskaia Pravda caiu para apenas 15.000 exemplares desde 2012.

  1. Chiclete soviético

O chiclete importado era um produto extremamente escasso e altamente desejado na URSS. Quem conseguia chicletes era frequentemente repreendido por sua adoração ao capitalismo. As autoridades soviéticas passaram a permitir uma produção limitada de goma de mascar na URSS pouco antes dos Jogos Olímpicos de Verão de 1980, com diversos sabores: framboesa, morango, hortelã e até mesmo café.

  1. Receptor de rádio VEF-202

Este famoso rádio transistor foi criado na Letônia Soviética em 1977 e se espalhou rapidamente pela URSS, mantendo sua popularidade nos anos 1980. Muitas pessoas que cresceram naquela época têm boas lembranças do equipamento.

  1. Elektronika VM-12 VHS Player

A disseminação do VHS revelou o mundo do cinema norte-americano ao público soviético. Mas as pessoas precisavam de uma maneira de assistir aos vídeos VHS, e os soviéticos lançaram seu próprio aparelho VHS, o Elektronika VM-12. Ele era fortemente inspirado no Panasonic NV-2000, de fabricação japonesa, e era muito caro e raro.

  1. Motocicletas Jawa

Estas motos icônicas foram criadas na Tchecoslováquia e eram exportadas à União Soviética em grandes quantidades. Elas eram o sonho de todo adolescente soviético que cresceu nos anos 1980.

LEIA TAMBÉM: Beriozka: como funcionava “jeitinho soviético” para comprar bens escassos com moeda estrangeira

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies