10 igrejas de madeira para visitar antes que seja tarde demais

Alexander Kislov
Grande parte da arquitetura de madeira no norte da Rússia foi preservada, mas algumas das estruturas que desafiam a gravidade podem ruir a qualquer momento.

Séculos atrás, quase todos os edifícios na Rússia eram feitos de madeira – e muitas dessas estruturas eram como grandes obras de arte. Aquelas que sobreviveram são brilhantemente ornamentadas e, em vários casos, construídas com nada mais que madeira, machados e suor. É difícil acreditar que algumas ainda estejam de pé sem um único prego. No entanto, muitos desses edifícios históricos necessitam de reparo urgente e  atenção – caso contrário, ficarão apenas na história.

1. Málie Koréli, região de Arkhanguelsk

Este museu ao ar livre, ostentando arquitetura tradicional do norte, está localizado perto da vila homônima. Ali pode-se encontrar um campanário do século 16 restaurado, a Ascensão, duas Igrejas de São Jorge do século 17, bem como edifícios residenciais daqueles que certa vez viveram nas margens do Duína do Norte.

2. Kiji, Carélia

Alguns séculos atrás, havia várias aldeias na ilha. Formalmente, essas aldeias ainda existem, mas agora fazem parte do museu. Aqui encontra-se uma das mais altas construções em madeira do mundo – a Igreja da Transfiguração, do século 18, que se ergue por 37 metros sem um único prego. O conjunto arquitetônico do Kiji Pogost também está incluído na Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO.

3. Parque Kolômenskoie, Moscou

Neste parque, pode-se não só andar de bicicleta e caminhar ao longo da margem do rio Moscou, mas também visitar um templo de madeira do século 17. A Igreja de São Jorge foi transportada para ali da região de Arkhanguelsk e ostenta uma decoração interior e exterior impressionantes. Dentro há afrescos antigos, ainda em restauração.

4. Kondopoga, Carélia

Construída no final do século 18, a Igreja da Dormição é uma das poucas igrejas de madeira ativas até hoje, embora os serviços religiosos sejam realizados somente em datas festivas. Nela há pinturas antigas e iconóstase em estilo barroco. O design do teto e as pequenas janelas dentro do templo serviam para manter o calor dentro do templo. É por isso que, apesar do tamanho impressionante da igreja, é bem pequena por dentro. Infelizmente, esse templo pegou fogo na última sexta-feira (10).

5. Varzuga, região de Murmansk

A Igreja da Assunção, do século 17, está localizada em uma aldeia na península de Kola que abrigava os exploradores da costa do mar Branco. Os ícones antigos são preservados na iconóstase, mas os sinos foram perdidos: pouco antes da Grande Guerra Patriótica, foram removidos, deixados na margem do rio Varzuga e levados pela correnteza.

6. Kem, Carélia

A Catedral da Assunção foi fundada no início do século 18 em homenagem à vitória russa sobre os suecos na Guerra do Norte. O templo é considerado uma enciclopédia da arquitetura de madeira: foi construído conforme todos os cânones. No entanto, apenas alguns ícones antigos foram preservados, e a catedral está em reconstrução.

7. Kimja, região de Arkhanguelsk

A alta Igreja de Hodegétria, de 1700, é o último exemplar da escola de arquitetura local de Mezen. A igreja foi restaurada em 2016, e os troncos antigos foram substituídos. Ao caminhar pelo antigo vilarejo de Kimja, há muitos outros artefatos religiosos, como cruzes ortodoxas. Além disso, muitas casas da aldeia têm mais de um século, por isso, ainda se parece com um antigo assentamento do norte.

8. Torjók, região de Tver

A Igreja do Ícone de Tikhvin, de meados do século 17, é o único templo de madeira na região de Tver. O templo foi reconstruído diversas vezes e até foi transferido para outro lugar. Entretanto, os restos de pinturas do início do século 18 ainda estão presentes lá dentro. A iconóstase e os ícones antigos foram, infelizmente, perdidos.

9. Táltsi, região de Irkutsk

O museu de arquitetura de madeira de Táltsi possui uma impressionante coleção de edifícios siberianos que já pertenceram a russos, buriates, evenki e tofs. Aqui pode-se ver a pequena e antiga Igreja do Ícone de Kazan, bem como a Torre do Portão Spasskaya (século 17). Todos os antigos edifícios de madeira foram transferidos para esse local a partir das vilas inundadas na construção da usina hidrelétrica de Irkutsk.

10. Vitoslávitsi, região de Novgorod

Uma grande coleção de arquitetura de madeira está em exibição no local da vila de Vitoslávitsi, que ali existia no século 13. Nesse local é possível ver os edifícios religiosos mais antigos da Rússia: a Igreja da Natividade do início do século 16, a Igreja da Assunção (século 17) e a Igreja de Nikola, de meados do século 18. Todos esses templos foram trazidos de aldeias distantes desertas e restaurados.

Conheça também uma aldeia próxima à fronteira com a Finlândia que transporta visitantes ao século 11. Ali, tradições e costumes são mantidos para recriar estilo de vida dos vikings.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies