Neste dia: o cruzador Aurora era permanentemente ancorado em São Petersburgo

Narovlyansky/TASS
Símbolo da Revolução de 1917 tornou-se atração turística.

O cruzador Aurora atuou junto à frota russa desde 1903, passando pela Guerra Russo-Japonesa (1904-1905), Guerra Civil Russa (1918-1922) e ambas as guerras mundiais.

Também é considerado o principal símbolo da Revolução de 1917.

Segundo relatos do levante, foram os tiros do cruzador que deram aos bolcheviques o sinal para invadir o Palácio de Inverno, que era então sede do governo provisório.

Após o fim do cerco a Leningrado, começou a construção da Academia Naval de Nakhimov, uma instituição para filhos de marinheiros mortos na guerra. Mas, para acomodar os estudantes, era necessário espaço extra, e eles foram transferidos.

Em 17 de novembro de 1948, o cruzador foi permanentemente ancorado na margem Petrogradskaya, no centro de São Petersburgo, e passou a abrigar um museu. O Aurora reabriu para turistas em 2016, após quase dois anos de reformas.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies