Neste dia: Rússia declarava guerra ao Império Otomano

Os impérios russo e otomano lutaram por interesses estratégicos nos Bálcãs e no Cáucaso por séculos, e entraram em conflito em 1856 e 1877.

Os impérios russo e otomano lutaram por interesses estratégicos nos Bálcãs e no Cáucaso por séculos, e entraram em conflito em 1856 e 1877.

George H. Mewes/Wikipedia
Há 130 anos, iniciava-se um dos maiores conflitos da história do Império Russo.

Os impérios russo e otomano lutaram por interesses estratégicos nos Bálcãs e no Cáucaso por séculos, e já entraram em disputa em 1856 e 1877 devido ao velho problema russo da falta de acesso da Frota do Mar Negro ao Mediterrâneo. 

A tensão chegou ao ápice em 1914, intensificada pelo apoio russo aos movimentos nacionalistas eslavos em áreas de interesse otomano, como a Sérvia.

Com a Rússia já envolvida em conflitos contra a Alemanha e o império Austro-Húngaro, o tsar Nicolai 2ºfoi incentivado por seus aliados franceses e britânicos a tentar anexar Constantinopla e dar aos poderes da Entente um melhor comando sobre o Mediterrâneo.

Apesar de a campanha russa na Primeira Guerra Mundial ter sido em geral um fiasco, algumas das maiores vitórias do exército foram contra os turcos. Em 1916, o exército russo chegou à cidade turca de Erzican.

O conflito foi finalizado cm o Tratado de Brest-Litovsk e a retirada russa da Primeira Guerra. Mas os inimigos regionais do Império Otomano, ou seja, Armênia e Azerbaijão, escolheram se unir à URSS para se protegerem de futuras invasões turcas.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Leia mais