Neste dia: era aberto o Circo de Moscou no bulevar Tsvetnoy

Ginasta Serguêi Akimov em apresentação durante o novo programa Estação Dourada no Circo Nikulin, no bulevar Tsvetnoy

Ginasta Serguêi Akimov em apresentação durante o novo programa Estação Dourada no Circo Nikulin, no bulevar Tsvetnoy

Maksim Blinov/RIA Novosti
Um dos mais antigos circos fixos da Rússia foi inaugurado com foco em crianças. No entanto, apresentações com palhaços e festas de Natal o tornaram atração para todos.

Albert Salomonski, fundador e diretor do lendário circo no bulevar Tsvetnoy, cortou a fita inaugural há exatos 137, em 20 de outubro de 1880. Embora entendesse que a novíssima atração tinha maior apelo junto ao público infantil, Salomonski considerava o circo como um potencial lugar de entretenimento também para adultos.

Provavelmente, é por isso que havia ênfase especial na apresentação de palhaços (o circo era conhecido por receber alguns dos mais famosos), pantomima e festas de Natal, além das performances com cavalos. Essa arena continuou sendo a maior de Moscou até 1971, quando foi inaugurado o Grande Circo de Moscou.

O circo de Salomonski nunca foi apenas para pessoas mais ricas; ele também vendia alguns bilhetes baratos para permitir que pessoas de classes mais baixas comparecessem às apresentações. Maksim Nikulin, filho do artista popular soviético e palhaço Iúri Nikulin, é o diretor do circo há 20 anos.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies