Neste dia: surgiam na Rússia os primeiros marcos de pedra nas estradas

Marco de pedra em Strelna, São Petersburgo

Marco de pedra em Strelna, São Petersburgo

Ekaterina Borisova/Wikipédia
Pilares eram fabricados em oficinas na Catedral de Santo Isaac.

Em meados do século 17, foram instalados marcos quilométricos (para designar a distância até o ponto final) de madeira ao longo da estrada de Moscou à residência de verão do tsar Aleksêi Mikhailovitch em Kolomenskoie. Os primeiros marcos nas estradas de São Petersburgo também eram como estacas.

No entanto, em 22 de setembro de 1794, uma comissão governamental de São Petersburgo e Moscou decidiu melhorar as vias de entrada da capital e substituir os marcos de madeira por outros de pedra.

Os primeiros marcadores de estrada sob a forma de obeliscos eram feitos de granito ou mármore nas oficinas da Catedral de São Isaac.

Uma milha russa (verst) correspondia a aproximadamente 1,07 quilômetro, e o primeiro marcador de verst de pedra apareceu em São Petersburgo no ano de 1774, na margem do rio Fontanka. Já a primeira estrada em que os marcadores foram instalados dividia Moscou e Kolomna; no mesmo ano, os obeliscos de pedra também apareceram na estrada de São Petersburgo para Tsárskoie Selô.

O último pilar de pedra foi instalado na fronteira do parque Catarina, perto do Portão de Orlovski, e os marcadores mais conservados passaram por um processo de restauração entre as décadas de 1970 e 1990.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.