Como a ‘família feliz’ de Tolstói mudou ao longo de um século

Coleção de retratos desde os tempos pré-revolucionários até a Rússia contemporânea.

Vila de Temiachevo, na região de Tambov, entre 1890 e 1909.

Retrato familiar com um padre feito pelo fotógrafo Pável Levinski, 1897.

No império russo, a burguesia era uma classe social de habitantes do burgo (cidade) com regalias, em sua maioria artesãos ou pequenos comerciantes, 1905.

Mulher com traje tradicional caminha com os filhos. Uzbequistão Soviético, 1929.

Aleksêi Maresiev com a esposa Galina e o filho Víktor

O aviador militar soviético Aleksêi Maresiev derrubou várias aeronaves inimigas durante a Grande Guerra Patriótica. Em 1942, perdeu as duas pernas em um combate com o adversário, mas voltou a voar com próteses em 1943. Moscou, 1946.

Poeta Serguêi Mikhalkov com o filho Nikita

O famoso autor soviético de livros infantis Serguêi Mikhalkov também escreveu a letra do hino nacional soviético e a versão retrabalhada atual. Seu filho Nikita tornou-se um renomado diretor de cinema. Moscou, 1952.

Nikita Khruschov com as filhas Elena e Rada

Nikita Khruschov foi secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética de 1953 a 1964. Após a aposentadoria, passou a dividir seu tempo entre um apartamento em Moscou e sua datcha no campo. Região de Moscou, década de 1960.

Samotlor (maior campo russo de petróleo)

Samotlor, na região de Tiumen, é o maior campo de petróleo da Rússia e o sexto maior do campo. Esse depósito foi descoberto em 1965, e, com o tempo, os petroleiros foram se estabelecendo ali. A cidade de Nijnevartovsk foi construída especialmente para suas famílias, 1968.

Há uma antiga tradição na Rússia de visitar parentes e fazer pelmêni (uma espécie de cappelletti russo) e pirojki (pasteizinhos) juntos. No entanto, a mesa acaba repleta de várias outras comidas. Cidade de Krasnobolodsk, na região de Volgogrado, 1982.

Após a queda da União Soviética, o país entrou nos “selvagens anos 90”. Na época, muitas coisas mudaram, mas não isso. São Petersburgo, 1995.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.