A arte praticamente “nasca” peruana da União Soviética

Google Maps, Russia Beyond
Os cidadãos da URSS deixaram a seus descendentes um “olá” do passado na forma de inscrições gigantes feitas com árvores. Não, não dissemos nas árvores. Dissemos COM ÁRVORES!

A União Soviética adorava tudo o que fosse monumental e essas mensagens para as gerações futuras são prova disso. Do chão, as árvores parecem um bosque comum, mas, vistas do céu, elas compõem geoglifos, ou seja, mensagens feitas com objetos da natureza – neste caso, árvores. As mensagens eram compostas de duas maneiras: ou as árvores foram derrubadas para formá-las ou as novas árvores eram plantadas especialmente para formar a inscrição quando crescessem.

Apenas os moradores locais conheciam essas mensagens no passado. Hoje, porém, elas podem ser vistas facilmente em imagens de satélite. Até o momento, foram encontradas cerca de 50 dessas inscrições.

O plantio em massa de árvores se iniciou na década de 1970 por todo o país. A primeira ocasião para um projeto paisagístico tão extraordinário foi o centenário do nascimento do líder revolucionário e fundador da URSS, Vladímir Lênin, e a maioria das mensagens existentes até os nossos dias são dedicadas a ele.

Na mais conhecida delas, se lê "100 anos de Lênin", na região de Kurgan. A mensagem foi composta por trabalhadores de uma estação florestal entre as aldeias de Trud e Znânie. Eles plantaram uma floresta de 40.000 pinheiros que se estende por 600 metros e cresceu até a altura de 80 metros na atualidade.

Na Bachquíria, foram encontradas duas inscrições “100 anos de Lênin”. Uma, na vila de Arkhangelskoie, tem 260 metros de comprimento e outra, fora da cidade de Blagoveschensk, se estende por 550 metros. No primeiro caso, as árvores foram plantadas em uma colina desmatada, e é mais fácil vê-las a partir do cosmos. Quanto à outra inscrição, ela já está parcialmente coberta de vegetação.

Outras mensagens formadas por árvores foram dedicadas a aniversários: da formação da União Soviética, da Revolução de Outubro de 1917, do Dia da Vitória na Guerra da Grande Pátria e até dos congressos do Partido Comunista da União Soviética.

A primeira mensagem dedicada aos 30 anos de aniversário da Vitória também foi encontrada perto de Blagoveschensk, na Bachquíria, mas não é mais claramente visível. Mas outra inscrição próxim, onde se lê “60 anos de Vitória”, pode ser vista muito bem. Ela foi criada já em 2005.

Existem várias mensagens desse tipo dedicadas aos aniversários de 50 e 60 anos da Revolução de Outubro. Mas apenas um deles sobreviveu na Rússia, no território de Altai, enquanto as outras estão na Ucrânia e na Moldávia.

Além das inscrições, o povo soviético também plantou árvores formando] símbolos. A principal, claro, era a estrela de cinco pontas com diferentes variações. Por exemplo, na região de Tambóv, era uma estrela formada por toda uma floresta.

E em Kostroma e Lipetsk, as estrelas também tinham um círculo "cortado" dentro delas.

LEIA TAMBÉM: Como Lênin se tornou líder da Revolução Russa?

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies