México e Rússia se aproximam graças a iniciativas voltadas ao turismo

Pixabay
As companhias aéreas russa Aeroflot e mexicana Aeromexico assinaram um acordo que permitirá maior conectividade entre a Cidade do México e Moscou. Aumento de turistas nos dois sentidos é acompanhada de iminente isenção de vistos entre países.

Desde 14 de janeiro, a conexão entre a Cidade do México e Moscou ficaram ainda mais fáceis, uma que ambas as empresas passaram a contar com um código compartilhado, informou a companhia mexicana Aeromexico em nota à imprensa.

A iniciativa prevê que voos do país latino-americano rumo a capital russa façam escala em Amsterdã, Londres, Madri e Paris – cidades em que a Aeromexico já opera.

De acordo com a comunicado de imprensa, o acordo visa ampliar as “possibilidades de viagens para seus usuários por meio de parcerias com os mais importantes parceiros internacionais”.

LEIA TAMBÉM: Por que os russos aplaudem quando o avião pousa? 

Os passageiros poderão utilizar os benefícios do programa de viajantes frequentes da aliança SkyTeam, bem como um novo esquema de acúmulo e troca de milhas. Segunda a empresa, toda vez que o viajante utilizar esse código compartilhado, ele adicionará milhas que poderão ser trocadas posteriormente por passagens aéreas em companhias aéreas associadas à SkyTeam. 

Turismo cresce entre países

O ano de 2018 foi bastante expressivo para o turismo entre os dois países.

A celebração da Copa do Mundo estimulou a popularidade da Rússia no México. Estima-se que cerca de 25.000 mexicanos tenham visitado o país durante o evento.

Paralelamente, houve um aumento do turismo russo para o México. Em 2018, em torno de 58.000 russos visitaram o país latino-americana, indicando um crescimento de 58% em relação ao ano anterior, segundo a agência de notícias RIA Novosti. 

Isenção de vistos em breve

Outro fator que pode influenciar a consolidação dessa tendência ascendente é a iminente abolição de vistos entre os dois países.

“O acordo [para isenção] de visto (...) é uma prioridade para os primeiros meses de 2019. Um acordo entre os dois países para que não seja necessário visto, como é hoje em dia, já foi alcançado diplomaticamente, mas tem que ser válido para qualquer cidadão”, disse, em outubro passado, o ministro dos Relações Exteriores mexicano, Marcelo Ebrard, ao “El Sol”.

Recentemente, o embaixador russo no México, Víktor Koronelli, reiterou à agência Sputnik que a Rússia “já apresentou a nossos parceiros e amigos mexicanos um projeto de acordo em que seja assinada a abolição de vistos para passaportes comuns, porque, para passaportes diplomáticos, já temos este acordo”.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies