Surfistas, viajantes e não fumantes lideram ‘matches’ no Tinder na Rússia

Getty Images
Estatísticas de 2018 foram publicadas pelo app de relacionamento. Engenheiros e adeptos de outros esportes também estariam em alta demanda.

O aplicativo de relacionamentos Tinder revelou, pela primeira vez, os dados sobre as preferências de namoro dos usuários na Rússia.

Entre as russas, os homens que listam “surfista” como ocupação foram os mais requisitados, seguidos por empresários, engenheiros, médicos e viajantes.

Já para os homens, as mulheres que se identificaram como “viajantes” são as mais populares, logo à frente de engenheiras, criadoras, modelos e esportistas.

LEIA TAMBÉM: 7 motivos para não sair com uma russa (#sóquenão)

Em 2018, na Rússia, a maioria dos “matches” aconteceram em julho, quando o país sediou a Copa do Mundo; os feriados prolongados de maio, quando é celebrado o Dia da Vitória sobre o nazismo, ficaram em segundo lugar.

Além disso, segundo os dados coletados pelo aplicativo, o melhor horário para “matches” na Rússia é segunda-feira, por volta das 10 da noite.

As palavras e expressões mais populares nos perfis foram “gato”, “senso de humor”, “cão”, “amo viajar” e “amizade”.

Entre os usuários que indicaram seus esportes favoritos, corrida, snowboard, futebol, ioga e basquete são os mais comuns.

Paralelamente, o emoji de “não fumar” ficou em terceiro lugar em popularidade, após os universalmente populares “piscadinha” e “risos”.

No entanto, o que chama a atenção na pesquisa russa, em comparação com os demais usuários do Tinder, é o fato de que eles raramente revelam suas preferências gastronômicas em seus perfis (embora as mulheres geralmente escrevam que “adoram cozinhar”). Nos países ocidentais, a pizza é a comida mais popular no aplicativo.

Quer receber as principais notícias sobre a Rússia em seu e-mail? 
Então assine nossa newsletter semanal ou diária.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais

Este site utiliza cookies. Clique aqui para saber mais.

Aceitar cookies