Desafio “Satisfaction” gera onda de vídeos em apoio a cadetes

Paródia de música de Benny Benassi por estudantes da academia de cadetes gerou ameaça de expulsão e um verdadeiro tsunami de vídeos de apoio.

Paródia de música de Benny Benassi por estudantes da academia de cadetes gerou ameaça de expulsão e um verdadeiro tsunami de vídeos de apoio.

Youtube
A internet russa foi invadida por uma enorme onda de vídeos parodiando o clipe da música “Satisfaction”, do DJ italiano Benny Benassi. Os clipes contam com marinheiros, soldados, engenheiros e trabalhadores de resgate, isso sem contar personagens do jogo GTA e Lineage II.

Tudo começou quando cadetes de uma das escolas de aviação mais prestigiosas do país, o Instituto Ulianovsk de Aviação Civil, lançaram a primeira paródia, na última terça-feira (16). O vídeo logo tornou-se viral e os problemas dos rapazes começaram, com ameaças de expulsão do instituto.

Tudo começou quando cadetes de uma das escolas de aviação mais prestigiosas do país, o Instituto Ulianovsk de Aviação Civil, lançaram a primeira paródia, na última terça-feira (16). O vídeo logo tornou-se viral e os problemas dos rapazes começaram, com ameaças de expulsão do instituto.

Mas dezenas de novas paródias começaram em apoio aos moços de Ulianovsk, inclusive de uma cidadezinha na Sibéria onde os termômetros estão marcando 37 graus Celsius negativos no momento, e de fãs dos jogos de videogame GTA e Lineage II.

“Queríamos deixar as coisas um pouco mais hype”

Os diretores do instituto taxaram o vídeo dos cadetes vestindo roupas íntimas e quepes de aviador como “nojento” e uma “mancha” na reputação da escola, em um ato, segundo eles, que remete ao das Pussy Riot em 2012.

“Há quem perceba que os caras estavam apenas brincando, mas se eles tivessem feito isso em casa, ninguém teria notado. Eles estavam vestindo os quepes de aviação civil (...) Eu mesmo estive na aviação civil por mais de uma década, mas nunca vi ridicularizem assim a indústria. É triste, mas esse comportamento é imperdoável”, disse o reitordo instituto, Serguêi Kranov.

Mas, após discutir a possível expulsão, o escritório da procuradoria local afirmou que não havia base para tal punição. Pelo contrário, os funcionários da escola poderiam ser considerados responsáveis por falharem em proporcionar um processo educacional apropriado.

Enquanto parte dos usuários de redes sociais russas classificou o vídeo como “vergonhoso”, outros se deliciaram com ele, achando engraçadíssimo.

Já os autores do vídeo declararam ao portal Meduza: “Estávamos apenas buscando tornar as coisas um pouco mais hype... Mas os diretores não gostaram de nossos esforços, apesar de termos tentado bastante”.

Um dos estudantes afirmou que não demorou muito para o vídeo ficar pronto: “foi tudo rápido e fácil”.

“Eles ainda não me encontraram. Acho que estou fora do radar aqui no meu canto. Eu escutei dizer que não vai haver expulsão. Mas estou com um pouco de medo. A gente fez o vídeo basicamente para nossas ‘fãs”, porque muitos de nós têm namoradas”, revelou um dos participantes sob condição de anonimato.

Ele acrescentou ainda que se desculparia e se arrepende que ninguém veja o humor do vídeo: “Não acontecerá de novo, isso é certeza”.

Um cartão virtual com um pedido de desculpas foi elaborado pelos cadetes e postado por um dos participantes, Dmítri, do quarto ano. “Eu não percebi que a vida adulta independente começou. Aparecer neste vídeo foi algo impensado, um ato infantil do qual me arrependo”, disse ele em entrevista.

Desafio "Satisfaction"

No meio tempo, outros institutos pela Rússia afora começaram a publicar suas próprias paródias do clipe de Benassi para apoiar os cadetes do instituto de Ulianovsk.

O primeiro veio de estudantes da Faculdade de Agricultura de Riazan, também na Região de Ulianovsk (952 quilômetros a leste de Moscou).

Ele foi seguido de um clipe de estudantes vestidos com uniformes e camisetas do Ministério para Situações de Emergência da Rússia.

Logo aparecia uma versão feminina com frigideiras e um ferro de passar, novamente da Faculdade de Agricultura de Riazan.

Papeis similares foram interpretados por estudantes de medicina de Dmitrovgrad (cidade também na região de Ulianovsk), de estudantes da faculdade de engenharia civil, de cadetes da academia naval e de cadetes da Escola Militar Suvorov, em Moscou.

Uniram-se também ao flashmob fanáticos por jogos como o GTA e o Lineage II.

Jornalistas de Nijnevartovsk (3.000 quilômetros a leste de Moscou) que filmaram sua versão em roupas de inverno já foram devidamente perdoados, já que os termômetros ali marcavam 37 graus Celsius negativos então.

Os meninos de Ulianovski chegaram a ganhar apoio internacional, quando soldadas do exército de Israel passaram a dançar em apoio aos cadetes.

E até nadadores ucranianos criaramsua própria versão de “Satisfaction” na piscina após o episódio.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.

Mais reportagens e vídeos interessantes na nossa página no Facebook.
Leia mais