Neste dia: celebra-se o ‘Dia do Tigre’ no Extremo Oriente russo

Número de tigres siberianos é minúsculo, e na Rússia eles são entre 450 e 500.

Número de tigres siberianos é minúsculo, e na Rússia eles são entre 450 e 500.

Tom & Pat Leeson/Global Look Press
Tigre siberiano é a subespécie mais setentrional do mundo.

No quarto domingo de setembro, os moradores do Extremo Oriente russo celebram o Dia do Tigre. A ideia deste feriado ecológico apareceu no ano 2000 sob iniciativa do escritor Vladímir Troinin e da fundação de caridade Fênix. O primeiro Dia do Tigre em Vladivostok foi marcado por uma procissão festiva.

Em 2001, o Dia do Tigre ganhou status de feriado oficial. Agora, ele é celebrado não somente nas regiões de Primorski e Khabarovsk, mas também em toda a Rússia e até na Europa.

O tigre siberiano, também conhecido como tigre de Amur é a subespécie mais setentrional de tigres. Ele vive na Rússia, na China e na Coreia do Norte, mas o número de animais da subespécie no mundo é minúsculo.

Hoje, entre 450 e 500 desses felinos vive em florestas nas regiões de Primorski e Khabarovski.

Autorizamos a reprodução de todos os nossos textos sob a condição de que se publique juntamente o link ativo para o original do Russia Beyond.