Corte adia decisão de Sharapova, e tenista ficará de fora das Olimpíadas

Coletiva de imprensa durante Aberto da Australia, quando testes foram realizados

Coletiva de imprensa durante Aberto da Australia, quando testes foram realizados

AP
Russa está suspensa por 2 anos de torneios após flagra em exame antidoping. Veredito final sobre punição da tenista será anunciado em meados de setembro.

A CAS (Corte Arbitral do Esporte) anunciou nesta segunda-feira (11) que o veredito sobre a punição da tenista russa Maria Sharapova, 29 anos, vai ser divulgado apenas em 19 de setembro. Isso automaticamente exclui a esportista das Olimpíadas no Rio, que acontecerão entre 5 e 21 de agosto.

A ausência de Sharapova, que detém cinco títulos de Grand Slam, do futuro torneio foi lamentada pelo presidente da Federação Russa de Tênis, Chamil Tarpischev.

“É uma perda para a nossa equipe nacional nos Jogos Olímpicos. Esperávamos por sua medalha nos singles. Na situação atual, a composição da equipe feminina nos jogos permanece inalterada”, disse Tarpischev à agência de notícias Tass.

A tenista está suspensa por dois anos, a contar a partir de 26 de janeiro, data em que realizou o teste cujo resultado acusou presença de meldonium. Esta substância entrou para a lista de proibições da Wada (Agência Mundial Antidoping) em 1º de janeiro.

Em março passado, Sharapova reconheceu em público que havia feito uso da substância proibida e pediu que um tribunal independente avaliasse o seu caso. Atualmente, a russa figura em 96º lugar no ranking mundial.

Com material da agência de notícias TASS

Gostaria de receber as principais notícias sobre a Rússia no seu e-mail?     
Clique aqui para assinar nossa newsletter.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.