Após vaquinha, União Russa de Futebol avalia saída de Capello

União Russa de Futebol discutirá possibilidade de demissão do italiano em 24 de junho Foto: Aleksandr Vilf/RIA Nóvosti

União Russa de Futebol discutirá possibilidade de demissão do italiano em 24 de junho Foto: Aleksandr Vilf/RIA Nóvosti

Torcida começou a arrecadar fundos para pagar multa de R$ 85,5 mi de rescisão e se livrar de técnico da seleção. Saída do italiano será analisada em reunião do comitê executivo da união, na próxima quarta-feira (24).

A possibilidade de demissão do técnico da seleção russa, o italiano Fabio Capello, será debatida na próxima reunião do colegiado da União Russa de Futebol, em 24 de junho, de acordo com comunicado divulgado no site do órgão.

Na última terça-feira (16), o ministro dos Esportes, Vitáli Mutkô anunciou que a demissão de Capello está sendo discutida e, por isso, já foram adotadas resoluções que serão pronunciadas no início de julho.

Com os resultados insatisfatórios do time russo nas eliminatórias para o Campeonato Europeu 2016, a chefia da União Russa de Futebol passou a avaliar a possibilidade de demissão de Capello.

No domingo (14), a seleção russa perdeu da Áustria por 0 a 1 e ficou em terceiro lugar no grupo. Os austríacos lideram com 16 pontos, seguidos pelos suecos, com 12.

Capello é treinador da seleção russa desde 2012. No início de 2014, o italiano teve o contrato prolongado no país, e com melhorias: seu salário anual teve um aumento de 7 milhões de euros, além de outros bônus.

 

Publicado originalmente pelo portal Lenta.Ru

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.