Fifa lança sistema de monitoramento antirracismo para Copa de 2018

Por meio de observadores será possível controlar e acompanhar de todos os incidentes de natureza discriminatória durante os jogos Foto: Mikhail Sinítsin/RG

Por meio de observadores será possível controlar e acompanhar de todos os incidentes de natureza discriminatória durante os jogos Foto: Mikhail Sinítsin/RG

Iniciativa visa a coibir comportamento discriminatório em estádios de futebol.

Na terça-feira passada (12), a Federação Internacional de Futebol (Fifa) lançou, em colaboração com a organização antidiscriminação Fare (Futebol contra o racismo na Europa, na sigla em inglês), um sistema especial de monitoramento que será aplicado nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018.

“Essa colaboração entre a Fifa e a Fare é um marco na luta contra a discriminação no futebol”, disse o diretor-executivo da Fare, Piara Powar, citado no site oficial da organização.

O sistema, lançado no Estádio de Wembley, em Londres, faz parte do conjunto de medidas para combater o comportamento discriminatório em estádios de futebol. Por meio de observadores será possível controlar e acompanhar de todos os incidentes de natureza discriminatória durante os jogos e produzir relatórios destinados ao Comitê Disciplinar da Fifa em apenas 24 horas.

“Estamos trazendo nossa experiência e know-how na identificação de problemas durante as partidas. Trabalharemos com os principais especialistas de todo o mundo para garantir que o principal evento de futebol do mundo não esteja associado a questões de discriminação ou exclusão”, acrescentou Powar.

O sorteio para as eliminatórias da Copa de 2018 acontecerão em 25 de julho na cidade de São Petersburgo. No total, 208 países participarão do evento, que servirá de pontapé inicial para o torneio na Rússia.

As partidas da Copa do Mundo de 2018 serão realizadas entre 14 de junho e 15 de julho em 11 cidades de diferentes regiões da Rússia.

 

Publicado originalmente pela agência Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.