Seleção russa sobe cinco posições em ranking da Fifa

Equipe nacional tenta recuperar prestígio após série de reveses ao longo da última década Foto: TASS

Equipe nacional tenta recuperar prestígio após série de reveses ao longo da última década Foto: TASS

Alemanha manteve-se no topo na lista, seguida por Argentina, Bélgica, Colômbia e Brasil.

A seleção de futebol russa subiu cinco lugares e chegou à 27ª posição no último ranking da Federação Internacional de Associações de Futebol (Fifa), publicado nesta quinta-feira (7).

A Alemanha, que venceu a Copa do Mundo de 2014, manteve-se no topo do ranking, seguida pelas seleções da Argentina e da Bélgica em segundo e terceiro lugares, respectivamente. O top 10 da Fifa conta ainda com Colômbia, Brasil, Holanda, Portugal, Uruguai, Suíça e Espanha.

Há duas semanas, o ministro dos Esportes russo, Vitáli Mutko, declarou que tinha esperanças de que a seleção nacional ocupasse um posto entre as seis melhores equipes do mundo. A última vez que a Rússia ficou em tal posição foi em 2009.

No entanto, a equipe nacional experimentou uma série de reveses ao longo da última década: não conseguiu se classificar para a Copa de 2006, na Alemanha, e de 2010, na África do Sul.

A situação começou a mudar quando o técnico italiano Fabio Capello assumiu o comando da seleção, em julho de 2012, e conseguiu classificar o time para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

A seleção não conseguiu, porém, ultrapassar a primeira fase do torneio mundial, colocando o treinador no centro das críticas. Comentaristas também levantaram preocupações sobre o desempenho da equipe na Copa de 2018, que acontecerá na Rússia.

Apesar dos resultados negativos, a Rússia não rescindiu o contrato com Capello, que permanecerá como treinador principal da seleção nacional até 2018, conforme estipulado no contrato.

 

Publicado originalmente pela agência de notícias Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.