Retrospectiva 2014: Os melhores do esporte

Os triunfos olímpicos dos patinadores, a vitória de um atleta naturalizado e o retorno bem-sucedido de Maria Sharapova estão entre os fatos marcantes do esporte russo em 2014.

Iúlia Lipnítskaia, patinação artística

Foto: PhotoXpress

Aos 16 anos, Lipnítskaia consagrou-se como uma das grandes promessas na patinação artística depois de apresentar seu programa ao som da música-tema de “A Lista de Schindler” durante as Olimpíadas de Sôtchi. Com um vestido vermelho na prova, a garota recebeu elogios não só de espectadores e especialistas, como também do próprio Steven Spielberg, que a escreveu uma carta. Toda a equipe russa ganhou o ouro, mas é claro que Lipinítskaia se tornou a estrela principal.

Adelina Sotnikova, patinação artística

Foto: Lori/Legion Media

Sotnikova foi outra jovem estrela que iluminou o palácio de gelo “Iceberg” nas Olimpíadas de Sôtchi. A patinadora de 18 anos de idade apareceu pela primeira vez na sombra de sua amiga de equipe Iúlia Lipnitskaya, mas, em competições individuais, conseguiu mostrar todo o seu profissionalismo. Apesar de alguns especialistas considerarem que Sotnikova não merecia a vitória, os resultados do torneio individual feminino não foram revistos.

Víktor Ahn, patinação de velocidade em pista curta

Foto: PhotoXpress

Em uma questão de dias, o coreano naturalizado russo Ahn Víktor deixou mais da metade da população russa a seus pés. O atleta se mudou para o país em 2011, depois da lesão que o deixou de fora da seleção sul-coreana. Na época, ele já era tri campeão olímpico, mas planejou reiniciar sua carreira. As autoridades russas acreditaram no atleta asiático: Ahn rapidamente recebeu a cidadania e a oportunidade de treinar com a equipe russa.

Os resultados obtidos por Ahn superaram todas as expectativas: em Sôtchi, chegou em primeiro nas distâncias de 1.500 e 1.000 metros e também teve um papel crucial na vitória da equipe russa no revezamento. Os saldos do “novo russo” continuam a impressionar: duas medalhas de ouro na Copa do Mundo, realizada no Canadá em março passado, anunciam uma longa temporada frutífera.

Aleksandr Kerjakov, futebol

Foto: PhotoXpress

Atacante do Zenith São Petersburgo, Kerjakov, 32 anos, é o único veterano na seleção de Fabio Capello, que prefere apostar em jogadores jovens. Infelizmente, a equipe russa não ultrapassou a fase de grupos da Copa, mas foi exatamente o gol de Kerjakov que evitou a derrota contra a Coreia do Sul. No amistoso contra o time do Azerbaijão, em setembro passado, o atacante teve novamente destaque, marcando o 28 gol e garantindo o título de artilheiro da seleção russa.

Maria Sharapova, tênis

Foto: PhotoXpress

A estrela número 1 do tênis na Rússia teve uma boa temporada, apesar de ter começado o ano com uma lesão. Lutadora, Sharapova garantiu a vitória em Roland Garros e em vários outros torneios ao longo deste ano. Mesmo assim, a russa não obteve o resultado esperado nos outros três torneios do Grand Slam. A esperança é que, como esses campeonatos foram vencidos por tenistas diferentes, há grandes chances de a hegemonia de sua grande adversária Serena Willians ir por água abaixo no ano que vem.

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.