Ministérios do Esporte russo e brasileiro firmam parceria para Copa-2018

Rebelo ressaltou que 2018 marcará a terceira vez consecutiva da realização do campeonato no território de um dos países do Brics Foto: Lori / Legion Media

Rebelo ressaltou que 2018 marcará a terceira vez consecutiva da realização do campeonato no território de um dos países do Brics Foto: Lori / Legion Media

Experiência brasileira será repassada à Rússia, que sediará o próximo Mundial da Fifa.

O ministro dos Esportes Aldo Rebelo declarou, na quarta-feira passada (3), que as autoridades brasileiras estão repassando a recém-adquirida experiência de organização da Copa do Mundo a seus homólogos da Rússia e do Catar, que sediarão o Mundial da Fifa em 2018 e 2022, respectivamente.

“Estamos dispostos a colaborar com a Rússia tanto na área pública, quanto comercial”, disse Rebelo, em uma coletiva de imprensa sobre os resultados da Copa-2014, no Rio de Janeiro.

A assinatura da agenda de colaboração, elaborada após as reuniões e negociações entre as partes interessadas, prevê o intercâmbio de informações e propostas entre os países. Antes do Mundial no Brasil, uma delegação do Catar veio ao país para acompanhar os preparativos para a Copa do Mundo, incluindo o funcionamento dos estádios.

Ainda durante a coletiva, Rebelo ressaltou que 2018 marcará a terceira vez consecutiva da realização do campeonato no território de um dos países do Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). A Copa do Mundo de 2010 foi realizada na África do Sul, a de 2014 foi sediada pelo Brasil, e a de 2018 acontecerá em solo russo.

 

Publicado originalmente pela agência de notícias TASS

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.