Hulk acusa árbitro de fazer comentários racistas durante jogo

Hulk já foi alvo de gritos racistas da torcida na Rússia Foto: fc-zenit.ru

Hulk já foi alvo de gritos racistas da torcida na Rússia Foto: fc-zenit.ru

O atacante brasileiro Hulk, que joga pelo Zenit São Petersburgo, disse ter sido vítima de comentários racistas por um árbitro durante um jogo do Campeonato Russo de Futebol, no último fim de semana. Matiunin rebateu que está pronto para se defender em tribunal contra as acusações.

O suposto incidente ocorreu durante a derrota do Zenit por 1 a 0 para o FC Mordovia Saransk, no sábado passado, quando Hulk se aproximou de Aleksêi Matiunin, o juiz que estava apitando a partida.

Hulk teria tocado no ombro de Matiunin para chamar a sua atenção. O árbitro, então, disse ao atacante para não tocá-lo, pediu que se acalmasse e fez um comentário depreciativo sobre a cor de sua pele, alega o jogador brasileiro.

“A gente pode sempre esperar algum tipo de grito racista dos torcedores”, disse Hulk, citado pelo Goal.com. “Isso é inaceitável, é claro, só que eles usam essa tática para enfurecer os jogadores do time adversário. Mas um árbitro não pode se envolver nesses tipos de escândalo.”

Matiunin rebateu que está pronto para se defender em tribunal contra as acusações de Hulk, segundo o portal R-Sport. O juiz acrescentou estar “em estado de choque” pelo fato de o atacante ter feito tais acusações contra ele.

“Nós dois sabemos que isso nunca aconteceu”, disse Matiunin, citado pelo R-Sport. “Ser acusado de racismo é muito grave, é uma ofensa criminal. É preciso ter motivos sérios e provas. Mas difamação não é um crime menos grave.”

Não é a primeira vez que Matiunin se envolve em escândalos. Em 2011, o árbitro foi suspenso por um ano por causa de declarações “obscenas e nacionalistas” direcionadas a Albert Gadjibekov, zagueiro nascido no Daguestão.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow Times

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.