Kremlin espera que Copa de 2018 reforce imagem positiva do país

Presidente da Fifa, Joseph Blatter (à dir.), ao lado do ministro dos Esportes russo, Vitáli Mutko Foto: Reuters / Vostock-Photo

Presidente da Fifa, Joseph Blatter (à dir.), ao lado do ministro dos Esportes russo, Vitáli Mutko Foto: Reuters / Vostock-Photo

Ministro dos Esportes acredita que Rússia pode aprender com experiência positiva do Brasil.

A Copa do Mundo de 2018 deve reforçar a imagem positiva da Rússia como uma potência esportiva, declarou o ministro dos Esportes russo, Vitáli Mutko, em uma entrevista ao canal de televisão Russia 24 nesta segunda-feira (7).

“A apresentação mundial da Copa do Mundo na Rússia acontecerá na final do Mundial que ocorre atualmente no Brasil”, disse Mutko.

“Nós podemos aprender muito com a experiência positiva dos brasileiros. Cada cidade russa que irá sediar a Copa de 2018 enviou uma delegação, proporcional em tamanho e escala, para as cidades-sede do campeonato no Brasil”, acrescentou o ministro, reforçando a experiência russa na realização de grandes eventos esportivos, a exemplo dos Jogos Olímpicos de Sôtchi, em fevereiro passado.

“Atletas de todo o mundo vem à Rússia para vários torneios, apesar das recomendações contrárias de alguns países ocidentais por razões políticas. Acredito que a Copa do 2018  irá fortalecer para sempre a imagem positiva da Rússia como uma potência esportiva”, continuou Mutko.

Doze cidades russas vão sediar os jogos da Copa do Mundo de 2018: Moscou, São Petersburgo, Kazan, Iaroslavl, Nijni Novgorod, Saransk, Kaliningrado, Volgogrado, Iekaterinburgo, Samara, Sôtchi e Rostov-no-Don.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.