Seleção russa derrota os finlandeses na final do mundial de hóquei

Neste ano, a equipe ganhou todos os dez jogos, com um total de 42 gols a favor e apenas 10 contra Foto: AFP/East News

Neste ano, a equipe ganhou todos os dez jogos, com um total de 42 gols a favor e apenas 10 contra Foto: AFP/East News

Vitória em jogo decisivo garantiu o título de pentacampeã para a Rússia.

O movimento preciso do jogador russo Serguêi Chirokov abriu o placar do jogo decisivo do Campeonato Mundial de Hóquei. No decorrer da partida, o domínio dos russos no gelo foi abalado por duas tacadas dos finlandeses Iiro Pakarinen e Olli Palola. Mas os gols dos russos Aleksandr Ovetchkin e Evguêni Malkin logo deixaram os adversários para trás.

No último tempo, Denis Zaripov e Viktor Tikhonov marcaram mais dois contra os finlandeses e garantiram o título de pentacampeã para a seleção russa. Neste ano, a equipe ganhou todos os dez jogos, com um total de 42 gols a favor e apenas 10 contra.

Oleg Znarka, treinador da equipe, havia sido suspenso da partida final devido após um gesto desrespeitoso ao técnico sueco Richard Gronberg. Mas nem o afastamento temporário do treinador não alterou a determinação da equipe.

“Oleg é muito emocional e se responsabiliza por suas palavras”, disse o capitão da seleção russa, Aleksandr Ovetchkin, em entrevista ao portal Gazeta.ru. “Nós jogamos por ele, pelos nossos parentes, filhos e famílias, pela toda população da Rússia”, acrescentou o jogador.

Depois de a partida terminar, o presidente russo Vladímir Pútin, que estava presente no estádio, fez uma visita ao vestiário para parabeniza-los pela vitória.

A equipe finlandesa conquistou a sétima medalha de prata na história do mundial de hóquei. O terceiro lugar ficou com a seleção sueca, que bateu os tchecos com o placar de 3:0.

 

Com materiais dos veículos Lenta.ru e Gazeta.ru

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.