Pútin pede fim da contratação de estrangeiros no esporte

Estrangeiros contratados e radicados na Rússia têm sido presença constante em eventos esportivos internacionais Foto: ITAR-TASS

Estrangeiros contratados e radicados na Rússia têm sido presença constante em eventos esportivos internacionais Foto: ITAR-TASS

Busca de especialistas nacionais deve se tornar prioridade para garantir futuras vitórias. Entretanto, presidente defendeu atuação de estrangeiros em modalidades em desenvolvimento no país.

O presidente russo, Vladímir Pútin, pediu para as autoridades reforçarem o controle das contratações de especialistas e atletas estrangeiros para participar de eventos esportivos de inverno e verão no país.

“O Ministério dos Esportes ficará legalmente responsável por avaliar a contratação de técnicos e esportistas estrangeiros”, anunciou Pútin durante sessão para tratar do desenvolvimento da cultura física e dos esportes.

Segundo o presidente, a prática de contratação de especialistas estrangeiros não é garantia de melhores resultados nessa área.

“Precisamos elevar o nível profissional dos nossos atletas e treinadores nacionais, buscar esportistas talentosos e formar uma equipe verdadeiramente coordenada e confiante”, Pútin, acrescentando que “essa é a única maneira de obter vitórias no futuro”.

Pútin disse, no entanto, não estar proibindo a atuação de estrangeiros no esporte. “Muitos deles trabalham de forma produtiva e trazem bons resultados, particularmente nas modalidades em que estamos em fase de desenvolvimento”, acrescentou o presidente.

 

Publicado originalmente pela agência Itar-Tass

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.