Times de futebol da Crimeia querem participar de Campeonato Russo

Equipes locais poderão ser incorporadas ao torneio na próxima temporada Foto: tavria.ru

Equipes locais poderão ser incorporadas ao torneio na próxima temporada Foto: tavria.ru

Tavria e Sevastopol mostraram disposição em participar dos torneios nacionais de futebol. Inclusão de clubes dependerá do processo de adesão da Crimeia à Rússia, bem como da aprovação da UEFA.

No domingo passado (21), quando mais de 96% da população da Crimeia votou pela adesão da região à Federação Russa, outras questões vieram à tona. Uma dela é o futuro de dois times de futebol da Crimeia, Tavria e Sevastopol, que, embora tenham decidido terminar a temporada atual na Liga Ucraniana, já revelaram interesse em participar dos campeonatos nacionais da Rússia.

“Somos um clube esportivo e estamos bem longe da política. Mas não podemos ser indiferentes aos eventos ocorridos em nossa república”, diz o diretor-geral do Tavria, Aleksandr Boitsan. “Quando a Crimeia fizer oficialmente parte da Rússia, poderemos falar sobre os próximos passos do clube.”

Com a anexação da Crimeia ao país, a transição das equipes para os torneios russos parece lógica. No entanto, essa realocação pode enfrentar muitas dificuldades. Entre elas, o presidente do Sevastopol, Aleksandr Krasilnikov, destaca os regulamentos tanto da UEFA e da FIFA. “Preparamos uma nota explicativa para a Federação de Futebol da Ucrânia e, em paralelo, enviaremos uma carta à UEFA. É claro que gostaríamos de esclarecer a situação até o campeonato 2014/15”, comenta.

A assessoria de imprensa da Federação Ucraniana de Futebol adiantou que a organização é “a favor da integridade do campeonato, mas são os clubes que devem decidir onde eles querem jogar”. A UEFA, por sua vez, não fez comentários sobre o assunto.

Derrota antecipada

De acordo com o presidente honorário da Federação Russa de Futebol, Viatcheslav Koloskov, haverá um mecanismo jurídico para adição de equipes assim que a Crimeia fizer parte da Rússia.

“Após a conclusão do processo de adesão, a Federação de Futebol da Crimeia deverá encaminhar um pedido para a União de Futebol da Rússia. Quando a região se tornar membro permanente da Rússia, todas as equipes da Crimeia, amadores e profissionais, terão o direito de jogar nas competições nacionais”, explica.

Também está claro que os participantes da primeira divisão ucraniana não querem começar na Rússia a partir de ligas inferiores. A alternativa será aumentar o número de participantes da primeira divisão até 18 equipes, o que exigirá novamente a aprovação da UEFA.

Entretanto, ao analisar o estado atual do Sevastopol – e especialmente do Tavria –, há impressão de que esses clubes não se equiparam ao nível do futebol russo. O Tavria está em penúltimo lugar na tabela do campeonato ucraniano, enquanto o Sevastopol figura em 11° lugar  da Liga Ucraniana e dificilmente conseguirá garantir uma vaga nos campeonatos europeus. 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.