Equipe russa mantém liderança em Paralimpíadas

Herói do final de semana foi do esquiador Roman Pietuchkov, que conquistou ouro no biathlon e no cross-country Foto: RIA Nóvosti

Herói do final de semana foi do esquiador Roman Pietuchkov, que conquistou ouro no biathlon e no cross-country Foto: RIA Nóvosti

Em casa, atletas assumiram o primeiro lugar na classificação geral desde o primeiro dia dos Jogos Paralímpicos de Sôtchi. O herói do final de semana foi do esquiador Roman Pietuchkov, que conquistou duas medalhas de ouro.

Dia 1 - 8 de março

A largada de vitórias nos Jogos Paralímpicos foi dada logo na primeira modalidade do evento, descida livre em esqui para mulheres com deficiência visual, com o bronze de Aleksandra Frantseva. Alguns minutos depois, foi a vez da prata de Svetlana Konovalova no biatlo e o segundo lugar em downhill em pé de Inga Medvedeva. “Nem todas as equipes estrangeiras podem se dar ao luxo de ter o nosso equipamento”, gabou-se Medviedeva, ao comentar a conquista.

O primeiro ouro russo veio logo na sequência, com a participação de Roman Pietuchkov no biatlo de 7,5 km com atleta sentado. O ucraniano Maksim Iarovov ficou 8,2 segundos atrás de Petuchkov e garantiu a segunda posição, seguido pelo japonês Kozo Kubo. “O acidente mudou a minha vida para melhor. Antes eu era um despreocupado e nada me importava na vida. Não tinha ambição nenhuma”, disse Petuchkov à agência Itar-Tass, ao falar sobre o acidente de carro em que perdeu as pernas.

Os atletas russos também conseguiram se manter bem posicionados nas demais competições de biatlo do sábado. As russas Aliona Kaufman e Anna Milenina conquistaram, respectivamente, o primeiro e segundo lugar na corrida de 6 km de pé, enquanto Vladislav Lekomtsev venceu a prova masculina dos 7,5 km em pé.

Quadro de medalhas da Rússia nos três primeiros dias

7 ouro

10 prata

7 bronze

Na prova feminina de 6 km para atletas com deficiência visual, não teve páreo para a equipe russa: Mikhalina Lisova e Iúlia Budaleieva conquistaram as duas primeiras colocações na modalidade. Já na corrida masculina de 7,5 km para atletas com deficiência visual, o russo Nikolai Polukhin perdeu para o ucraniano Vitáli Lukianenko e garantiu a prata.

Dia 2 - 9 de março

O domingo começou literalmente com chave de ouro, após a vitória tripla dos esquiadores russos Roman Petuchkov, Irek Zaripov e Aleksandr Davidovitch. Os três atletas dominaram o pódio da corrida de 15 km.

No esqui alpino supergigante (categoria em pé), o terceiro lugar foi conquistado por Aleksêi Bugaev, perdendo apenas para os representantes austríacos, Markus Zalher, em primeiro, e Matthias Lanzinger, em segundo lugar.

Se não fosse o bastante, Svetlana Konovalova conquistou o bronze na prova de 12 km de esqui sentado, e a equipe russa de curling bateu os rivais da Finlândia por 7x4 em um jogo da fase de grupos.

Dia 3 - 10 de março

Nesta segunda-feira, a esquiadora russa Aleksandra Frantseva acrescentou mais uma medalha à sua coleção: a prata no supergigante entre mulheres com deficiência visual. “Claro que esperávamos conquistar o primeiro lugar, mas restam ainda três starts”, declarou a atleta à Itar-Tass sobre a vitória da inglesa Kelly Gallagher.

Nos 20 km clássicos masculino, o melhor resultado ficou com o russo Ruchan Minnegulov. O colega de equipe Vladislav Lekomtsev também conquistou a medalha de bronze na categoria. O segundo degrau do pódio foi ocupado pelo finlandês Ilkka tomista.

Nesse mesmo dia, o atleta russo Stanislav Tchokhlaev levou a prata nos 20 km de esqui para deficientes visuais, e o terceiro lugar dos 15 km de esqui feminino na categoria de atleta em pé foi para a russa Anna Milenina. Para finalizar, Elena Remizova e Mikhalina Lisova conquistaram o primeiro e segundo lugares do pódio nos 15 km femininos para atletas com deficiência visual. 

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.