Nos bastidores da noite olímpica

Segundo organizadore, festa de encerramento seguiu o espírito vitorioso dos atletas russos Foto: Aleksandr Vilf / RIA Nóvosti

Segundo organizadore, festa de encerramento seguiu o espírito vitorioso dos atletas russos Foto: Aleksandr Vilf / RIA Nóvosti

Sete mil artistas participaram na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sôtchi na noite deste domingo (23). Gazeta Russa se infiltrou nos bastidores para conversar com os organizadores e espectadores desse grandioso espetáculo.

Andrêi Nassonovski, produtor-executivo da cerimônia

“A nossa função foi não só manter o nível do evento, mas também alcançar novas marcas profissionais. Fomos inspirados pelos atletas russos, cuja persistência e vontade de vencer foram um exemplo para que atingíssemos um patamar mais alto.”

Anastassia Titkova, vice-presidente da União de Dança Esportiva da Rússia (UDER)

“Ambas as cerimônias mobilizaram mais de 300 atletas de dança. Nossos pupilos das maiores cidades da Rússia representaram soldados da época de Pedro, o Grande, damas e cavalheiros num baile, moradores de uma aldeia imaginária, personagens literárias e funcionários de uma biblioteca. É a primeira vez que atletas dessa modalidade são convidados a trabalhar nos Jogos Olímpicos. Espero que o sonho de Valentin Iudaskin, presidente da UDER, de que a dança esportiva seja incluída no programa olímpico, se realize no futuro próximo.”

Anna e Dmitri, espectadores russos

“O que vimos aqui foi incrível! Assistimos à cerimônia de abertura pela televisão, ficámos sensibilizados com sua grandiosidade, cenários e fogo de artifício. No entanto, o espetáculo de hoje foi algo totalmente diferente: clássico, de bom gosto e comovente. Foi uma felicidade vê-lo com nossos próprios olhos.”

Charles, espectador francês

“Gostei da ideia de construir o espetáculo mostrando como os estrangeiros veem a Rússia. É realmente assim que a estamos vendo: extremamente emocional, profunda e, simultaneamente, moderna e viva.”

Phil, espectador norte-americano

“Os espectadores aplaudiam os atletas, apreciaram a encenação montada com episódios bem pensados, até que, subitamente, viram seu reflexo em enormes espelhos: foi inesperado e impressionante! Acho que, naquele momento, cada um de nós sentiu que fazia parte do mundo. Uma ideia brilhante!”

No final da cerimônia de encerramento de Sôtchi-2014, o testemunho olímpico foi entregue à cidade sul-coreana de Pyeongchang, que será a capital dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018. Os espectadores viram fragmentos da História Antiga da Coreia e ouviram o hino do país cantado por jovens cantores, que foram acompanhados pelos sul-coreanos que se encontravam nas arquibancadas.

Tae Jung, República da Coreia

“Me sinto extremamente feliz por ter comparecido nos Jogos Olímpicos de Sôtchi. Estar nas competições e torcer pelos nossos atletas suscitou em mim sensações que nunca esquecerei. O grande nível demonstrado pela Rússia faz crescer nossa responsabilidade na organização dos próximos Jogos.”

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.