Dupla russa conquista vitória histórica no bobsled

Aleksêi Voievoda e Aleksander Zubkov. Foto: Mikhail Voskresenskiy, RIA Novosti

Aleksêi Voievoda e Aleksander Zubkov. Foto: Mikhail Voskresenskiy, RIA Novosti

Esta segunda-feira (17) trouxe ao time russo não apenas mais uma medalha de ouro, mas também uma importante conquista histórica. A vitória da dupla Aleksandr Zubkov e Aleksêi Voevoda em bobsled masculino em duplas foi a primeira desta modalidade na história da Rússia. Outro destaque do dia foi o bronze da dupla Elena Ilinikh e Nikita Katsalapov dança no gelo.

Bobsled

Na prova desta segunda-feira, não teve dupla à altura de Aleksandr Zubkov e Aleksêi Voevoda na pista. A dupla russa não apenas venceu na categoria, como apresentou um novo recorde de pista na terceira tentativa (56,08 segundos). Além disso, o ouro de Zubkov e Voevoda se tornou o primeiro do país em toda a história dos Jogos Olímpicos de Inverno.

Em segundo lugar ficou a dupla suíça Hefti e Baumann, seguida pelos norte-americanos Holcomb e Langton. Os russos figuraram novamente entre os 10 melhores, com a quarta posição da dupla Aleksandr Kasianov e Maksim Beluguin.

Patinação artística

As competições do programa livre de dança do gelo também marcaram o 11o dia de Sôtchi-2014. Os campeões olímpicos deste programa foram os norte-americanos Meryl Davis e Charlie White, que, somando as categorias curto e livre, obtiveram 195,52 pontos.

O casal canadense Tessa Virtue e Scott Moir conquistou a prata, deixando o bronze para a dupla russa Elena Ilinikh e Nikita Katsalapov, cuja soma de pontos foi de 183,48. Apesar de não terem vencido o prêmio máximo, os russos bateram o recorde pessoal no programa livre e na soma de pontos.

Biatlo

A prova dos 15 quilômetros em largada coletiva feminina do biatlo consagrou a atleta bielorrussa Daria Domratcheva, que pela terceira vez subiu ao degrau mais alto do pódio. Como ninguém antes conseguiu esse feito, o presidente bielorrusso Aleksandr Lukachenko conferiu a Domratcheva o título de Heroína da Pátria. "A história da modernidade não conhece nenhum caso como este”, declarou Lukachenko.

A segunda classificada foi a tcheca Gabriela Soukalova que, tal como Domratcheva, falhou um tiro deitada. Na sequência veio a norueguesa Tiril Eckhoff.

As atletas russas, contudo, não puderem se gabar da mesma façanha. Enquanto Olga Vilukhina ficou na 22ª posição (com dois tiros falhados), Olga Zaitseva, que falhou um tiro, ficou em 24o lugar na contagem geral. “Vamos para lutar, todas nós queremos isso”, disse Zaitseva após a prova.

Curling

Também não foi o dia das atletas russas de curling, que acabaram eliminadas da competição após a derrota por 9-6 contra o Reino Unido na nona rodada do torneio round-robin (“todos contra todos”). No total, a equipe feminina de curling da Rússia teve três vitórias e seis derrotas nestas Olimpíadas.

Já a equipe masculina de curling mostrou resultado satisfatório: o jogo contra a equipe da Alemanha terminou em vitória por 8 a 7. Mesmo assim, essa foi apenas a terceira vitória em nove jogos, motivo pelo qual a Rússia ocupa o modesto 7o lugar na tabela de classificação.

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.