Fabio Capello estende contrato com seleção russa até Copa 2018

Capello deverá ainda supervisionar as equipes juvenis da Rússia com o intuito de selecionar novos jogadores para a Copa de 2018 Foto: AP

Capello deverá ainda supervisionar as equipes juvenis da Rússia com o intuito de selecionar novos jogadores para a Copa de 2018 Foto: AP

Treinador italiano é responsável pela classificação da Rússia para sua primeira Copa do Mundo em 12 anos. Capello deverá também supervisionar as equipes juvenis com o intuito de selecionar novos jogadores para o campeonato mundial na Rússia, em 2018.

Na semana passada, o treinador italiano Fabio Capello assinou a extensão de seu contrato para permanecer no comando da seleção nacional de futebol até a Copa de 2018, que acontecerá na própria Rússia.

Desde que o italiano de 67 anos classificou a Rússia para sua primeira Copa do Mundo em 12 anos, havia grande expectativa de mantê-lo por mais quatro anos.

“A assinatura da extensão do contrato do técnico Fabio Capello com a União de Futebol Russa estabelece a sua permanência na equipe até a Copa do Mundo de 2018”, declarou a organização em seu site oficial.

As negociações com ex-técnico da seleção inglesa vinham sendo arrastadas desde outubro passado, apesar das declarações constantes do ministro dos Esportes russo, Vitáli Mutko, de que o acordo havia sido praticamente acertado.

Ele também já havia demonstrado interesse em treinar a seleção russa até 2018, declarando no início deste ano que o torneio será “o mais importante” e que a Copa do Brasil, em 2014, representaria apenas um “ensaio”. 

Capello deverá ainda supervisionar as equipes juvenis da Rússia com o intuito de selecionar novos jogadores para a Copa de 2018.

No mês passado, Capello teve seu nome ligado ao Tottenham Hotspur, cujo posto acabou sendo assumido por Tim Sherwood. Porém, o italiano insistiu que nunca conversara com o clube londrino.

 

Publicado originalmente pelo The Moscow News

 

Confira outros destaques da Gazeta Russa na nossa página no Facebook

Todos os direitos reservados por Rossiyskaya Gazeta.